A Câmara de Vizela encerrou as atividades de tempos livres da Escola Básica 1 e do Jardim de Infância de Torre Tagilde por ter sido detetado um caso de Covid-19 numa funcionária, informou esta quarta-feira a autarquia.

“A Câmara Municipal de Vizela, com a anuência do Agrupamento de Escolas de Infias e a Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola Básica 1 e do Jardim de Infância de Torre Tagilde, decidiu encerrar aquele estabelecimento de ensino, suspendendo todas as atividades do ATL a decorrer naquela escola e que estavam a ser frequentadas por 10 crianças”, lê-se num comunicado enviado à Lusa.

Segundo a edilidade, “a situação já se encontra a ser acompanhada e monitorizada pelas autoridades de saúde, estando já a ser realizados testes de Covid-19 a todos os envolvidos”. Na nota, a câmara do distrito de Braga apela à população “para respeitar as recomendações das autoridades”.

A pandemia de Covid-19 já provocou mais de 544 mil mortos e infetou mais de 11,85 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP. Em Portugal, morreram 1.631 pessoas das 44.859 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China. Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.