“Uma batalha titânica com Fabio Quartararo a conseguir a pole à frente de Maverick Viñales e Francesco Bagnaia! Valentino Rossi arranca da quarta posição atrás do impressionante Miguel Oliveira”. O resumo do Twitter oficial do Mundial de MotoGP não tinha dúvidas sobre os destaques deste sábado e o português surgiu em especial plano de evidência na sessão de qualificação para o Grande Prémio da Andaluzia no mesmo circuito Ángel Nieto, em Jerez de la Frontera, onde igualou no passado domingo aquele que foi o melhor resultado de sempre.

Pela primeira vez desde que subiu à categoria rainha do motociclismo, o piloto da Tech3 conseguiu superar a Q2 (a melhor qualificação que conseguira antes tinha sido no Grande Prémio da Áustria, no ano passado, com uma 13.ª posição) e garantiu o quinto lugar com 1.37,344, rodando muito próximo de Il Dottore (1.37,342). As Yamaha de Quartarato (1.37,002) e Viñales (1.37,102) voltaram a ser as mais rápidas em pista como na semana passada.

De acrescentar ainda que Miguel Oliveira teve um tempo bem mais rápido do que os outros pilotos da KTM: Brad Binder, que chegou este ano à equipa principal da marca mas não terminou o Grande Prémio de Espanha, fez o nono melhor tempo com 1.37,596, ao passo que Pol Espargaró, sexto na primeira corrida da temporada, não foi além do 12.º posto com 1.38,277, quase a um segundo do português. O também espanhol Iker Lecuona, reforço da Tech3 para 2020, vai sair da 17.ª posição com 1.38,206. De recordar que, no Grande Prémio de Espanha, Oliveira saiu da sexta linha da grelha (17.º lugar) mas conseguiu chegar ao oitavo posto, ganhando oito pontos.

Miguel Oliveira com estreia de sonho: salta do 17.º para o oitavo lugar, ultrapassa Rossi e iguala melhor resultado de sempre no MotoGP

“Foi uma qualificação positiva. Desde logo porque é a nossa melhor posição inicial e é algo que queríamos melhorar desde o fim de semana passado, por isso estamos felizes. Mas é claro que estamos conscientes de que o trabalho ainda não está feito. Ainda temos de terminar a corrida de amanhã com muitos pontos, por isso vamos continuar a trabalhar, afinar os últimos detalhes e manteremos uma mentalidade forte para amanhã”, destacou o português após a qualificação, em declarações ao site oficial da KTM Tech3.

“Neste sábado estaria num altar a casar-me. Estava destinado a ser um grande dia. Não no altar mas na grelha de partida. Amanhã o trabalho continua! Obrigado pelo apoio”, acrescentou nas redes sociais. “Sempre contigo amor, carrega! Amanhã vai ser ainda mais especial, o meu coração está aí contigo”, respondeu a namorada do piloto português, Andreia Pimenta, no seguimento dessa publicação.

De acrescentar ainda que Marc Márquez, hexacampeão mundial que sofreu uma queda grave no Grande Prémio de Espanha, fez uma fratura no braço, colocou uma placa de titânio no úmero e foi dado como apto para esta prova da Andaluzia, ainda fez a terceira e quarta sessões de treinos livres mas não arriscou a qualificação e vai falhar a corrida. “Não vamos correr mais riscos, o Marc não vai correr”, disse Alberto Puig, team manager da Honda.

Campeão Marc Márquez falha GP da Andaluzia devido a lesão no braço