Desde agosto que a região de Lisboa e Vale do Tejo não tinha uma percentagem tão elevada de novos casos. Esta segunda-feira, o boletim epidemiológico da Direção-Geral de Saúde (DGS) dava conta de oito mortos e 623 novos casos de Covid-19 em Portugal, ou seja, mais 71 novas infeções do que este domingo e menos cinco mortos — ontem contabilizaram-se 552 novos casos e 13 óbitos.

Lisboa e Vale do Tejo contabilizou a grande maioria dos novos casos: foram 439 novos casos, isto é, 70,5% do total de novos casos registados nas últimas 24 horas. Este domingo, tinha sido a a região do Norte a contabilizar quase metade das novas infeções (49,4%). A última vez que Lisboa e Vale do Tejo concentrou mais de 70% dos novos casos foi a 7 de agosto: nesse dia, a região contabilizou 71,7% das novas infeções.

Além de 439 novos casos na região de Lisboa e Vale do Tejo nas últimas 24 horas, no Norte registaram-se mais 113 casos, na região Centro mais 30 casos, no Alentejo mais 22 e no Algarve nove, tal como nos Açores. A Madeira contabilizou mais um caso. Há mais de uma semana que o Algarve não tinha contabilizava menos de 10 casos em 24 horas. A última vez que isso aconteceu foi a 12 de setembro, sendo que no dia 14 registou precisamente 10 casos de infeção.

Mais sete internados nas últimas 24h. Há cinco dias que o Centro não registava óbitos

Portugal contabiliza, desde o início da pandemia, 69.200 casos confirmados de infeção e 1.920 óbitos. No que toca aos casos ativos — que correspondem ao número de casos confirmados, menos os recuperados e os óbitos —, nas últimas 24 horas contabilizaram-se 475 novos casos ativos de Covid-19, num total de 21.544. Ou seja, em Portugal há mais de 21 mil pessoas infetadas em simultâneo.

De acordo com o boletim desta segunda-feira, há 518 pessoas internadas devido à Covid-19 em Portugal, mais sete casos do que ontem. Destes casos de internamento, há 61 em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI), menos dois casos comparativamente a este domingo.

45.736 pessoas recuperaram da Covid-19 desde o início da pandemia. Nas últimas 24 horas, registaram-se mais 140 casos de recuperação, menos 52 casos do que ontem — este domingo contabilizaram-se 192 pessoas recuperadas. Há ainda mais 1.103 contactos em vigilância nas últimas 24 horas, sendo que este domingo havia menos 26.

Ao fim de cinco dias sem registo de óbitos, a região Centro contabilizou uma morte — desde dia 17 de setembro que não havia registo vítimas mortais. Os restante óbitos ocorreram na região Norte (4) e em Lisboa e Vale do Tejo (3). As vítimas mortais são dois homens e duas mulheres com mais de 80 anos, três homens com idades entre os 70 e os 79 anos e um homem entre os 60 e os 69 anos.

Concelho de Lisboa com mais 448 novos casos e Sintra mais 352

Lisboa é o concelho que contabiliza o maior número de infeções: 6.050. De acordo com o boletim da DGS desta segunda-feira, este concelho contabilizou, na últimas semana, mais 448 novos casos de Covid-19. Da última vez que os dados foram atualizados pela DGS, no dia 14 de setembro, contabilizava 5.602 infeções.

Segue-se o concelho de Sintra, atualmente com 5.102 casos de Covid-19, mais 352 do que na semana passada (4.750), e a Amadora, com 2.914 infeções, mais 173 do que na última segunda-feira (2.741).

Ainda no ‘top 5’ dos concelhos com mais infeções estão Loures, que teve uma subida de 154 novas infeções — atualmente contabiliza 2.913 casos e na semana passada 2.759 — e Vila Nova de Gaia, com mais 92 novos casos de Covid 19, totalizando 2.154 casos (na última segunda-feira era 2.062).

Importa ainda destacar os concelhos de Cascais, onde em uma semana teve 156 novas infeções — passou de 1.74 casos para 1.880 — e Guimarães, que, apesar de existirem outros concelhos com mais número de infeções, esta semana registou um aumento de 142 novos casos. Soma assim 1.173 infeções, enquanto na passada segunda-feira tinha 1031.