Action, Passion e Icon: o Fiat 500 eléctrico vai apresentar-se nestes três níveis de equipamento, que vêm completar a oferta que até agora esteve limitada à série especial de lançamento “la Prima”. A vida comercial do citadino italiano – agora também a bateria – augura bons resultados, na medida em que o novo 500 vai aliar ao seu inconfundível estilo um preço atractivo.

Ao que o Observador apurou, o 500 Action, a versão de entrada na gama, vai ser comercializada entre nós por valores a partir de 23.800€. Significa isto que, para particulares, o eléctrico transalpino vai poder ser adquirido por 20.800€, graças ao apoio de 3000€ do Fundo Ambiental. Ou seja, o 500 passa a ser um dos eléctricos mais baratos à venda no mercado português.

Tal como aqui antecipámos, o 500 Action visa clientes para quem a autonomia não é condição determinante para a aquisição. Com uma bateria de iões de lítio com uma capacidade de 23,8 kWh, em vez do acumulador de 42 kWh que equipa o “la Prima” e os 500 Passion e Icon, a versão Action também baixa a potência do motor eléctrico de 118 cv para 95 cv, com isso conseguindo homologar em WLTP uma autonomia superior a 180 km ou mais de 240 km em ciclo exclusivamente urbano. Diz a Fiat que, por isso, esta é a opção ideal para aqueles que conduzem diariamente cerca de 50 km.  “Se calcularmos que, em média, o uso diário situa-se abaixo de 50 km, isso significa que os clientes necessitariam de carregar o seu novo 500 a cada dois ou três dias”, sublinha a marca.

O 500 Action aceita carga rápida até 50 kW. Nestas condições, segundo a Fiat, será possível acumular uma reserva de energia suficiente para percorrer cerca de 50 km em menos de 10 minutos. A alternativa mais económica, porém, é efectuar a recarga da bateria durante a noite, usando para tal o cabo Modo 2 (3 kW) incluído de série, sem que sejam avançados dados quanto ao tempo de carregamento nestas circunstâncias.

10 fotos

Anunciando uma aceleração de 0-100 km/h em 9,5 segundos e tendo a sua velocidade electronicamente limitada a 135 km/h, o 500 Action distingue-se por possuir faróis de halogéneo e jantes de 15”. É no interior que se encontram as maiores diferenças, face ao que é habitual neste segmento, pois o citadino italiano oferece de série botão auto-start (‘Keyless Go’), travão de mão eléctrico, visor a cores TFT digital de 7” reconfigurável à frente do condutor e uma série de sistemas de ajuda para facilitar e incrementar a segurança nas deslocações citadinas. Incluem-se, nessa lista, o sensor para detectar a fadiga do condutor, a travagem de emergência que, se preciso for, é accionada autonomamente e consegue reconhecer ciclistas e peões, bem como a leitura dos sinais de trânsito, que recomenda ao condutor qual a velocidade legalmente permitida.

Tratando-se da versão de acesso ao novo 500, o nível de equipamento Action coloca o smartphone no lugar do sistema de infoentretenimento. Há uma base onde o telemóvel pode ser colocado na vertical ou na horizontal, ligando-se via Bluetooth aos altifalantes integrados do veículo, sendo que uma aplicação específica converte o dispositivo do utilizador na principal ferramenta de interacção com o 500 e no “coração” do multimédia.