Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Depois de introduzir no mercado o seu primeiro veículo eléctrico em 2013, o i3, foi necessário esperar sete anos para assistir à chegada do segundo modelo da BMW a bateria, o iX3, cuja comercialização arranca na maioria dos países europeus ainda em 2020. Mas o ritmo da introdução de novos modelos eléctricos está a acelerar, pois o iNext, um SUV de dimensões mais generosas e uma estética diferente, vai ser revelado já na próxima semana, a 11 de Novembro.

Se o iX3 é a versão eléctrica do popular BMW X3, recorrendo à mesma plataforma adaptada para a instalação de um pack de baterias, o iNext é um veículo mais sofisticado, com um preço mais elevado que, de acordo com a imprensa alemã, deverá rondar 100.000€.

Outra diferença entre os dois SUV a bateria da BMW tem a ver com o local de fabrico. Enquanto o iX3 é fabricado na China, o iNext será produzido na Alemanha, mais precisamente na fábrica de Dingolfing, em 2021.

A BMW anunciou o iNext com uma autonomia de 550 km nas versões com bateria de menor capacidade e 750 km nas restantes. Em termos de motorizações, o novo SUV vai estar disponível com apenas um motor nas versões mais baratas, só com tracção traseira e com 308 cv, com a tracção integral a surgir em todas as restantes versões, com dois níveis de potência, 520 cv e 610 cv.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR