O piloto espanhol Iker Lecuona, colega de equipa do português Miguel Oliveira, vai falhar o Grande Prémio da Comunidade Valenciana de MotoGP, depois de ter testado positivo ao novo coronavírus, anunciou a equipa KTM Tech3.

A equipa revela que Lecuona esteve 10 dias em quarentena, depois de ter estado em contacto com o seu irmão, que testou positivo na semana passada. “Na sua chegada [a Valência], o piloto da Red Bull KTM Tech3 foi submetido a outro teste PCR, que deu um resultado positivo. Assim, Lecuona vai falhar o GP da Comunidade Valenciana este fim de semana”, lê-se no comunicado da equipa.

A Tech3 informa ainda que Lecuona vai realizar mais exames para saber se poderá participar no Grande Prémio de Portugal, última prova do Mundial de motociclismo de velocidade, na próxima semana.

Com duas provas por disputar, Lecuona é 17.º classificado do Mundial de MotoGP, com 27 pontos, enquanto Miguel Oliveira é 10.º, com 90.