A pandemia de Covid-19 obrigou ao cancelamento da grande maioria dos espetáculos culturais de 2020, pelo menos dos de maior dimensão. Numa campanha de apoio aos profissionais mais afetados pela crise que a cultura atravessa, nasceu a Uncancel Collection. Numa loja online, dezenas de produtos de merchadising estão à venda. São, em grande parte, t-shirts de festivais bem conhecidos como o Rock in Rio, o Nos Alive, o Super Bock Super Rock ou o Vodafone Paredes de Coura.

As receitas serão convertidas em cartões alimentares, por sua vez distribuídos por profissionais do setor através da União Audiovisual. A organização, encabeçada pela agência Stream and Tough Guy, a trabalhar em parceria com a H2N, a NOSSA e a CorpCom, espera agora que a iniciativa mobilize outros marcas e eventos e que a amostra de peças à venda possa crescer, de forma a apoiar uma indústria “onde a fome é já uma realidade”, segundo se lê no comunicado enviado.

“Ao comprarem uma lembrança do evento que não aconteceu, os portugueses não estão apenas a comprar uma recordação de um espectáculo cultural ou desportivo que este vírus obrigou a cancelar mas estão, sobretudo, a ajudar os profissionais do setor na fase mais difícil das suas vidas. É uma forma de transformar o desperdício numa causa onde todos podem participar”, explica João Ribeiro, managing partner da Stream and Tough Guy, no mesmo comunicado.

A campanha Uncancel Collection está disponível entre os dias 25 de novembro e 15 de dezembro e não inclui apenas merchandising dos principais festivais portugueses. Também marcas como a Worten, a Super Bock ou a Sesimbra Natura Park trouxeram os seus stocks para a plataforma, à semelhança dos Da Weasel e do grupo Um Corpo Estranho, que lançaram um poster e uma risografia autografada no âmbito da campanha.

© Divulgação

Quem não quiser adquirir nenhum dos produtos à venda, cujos preços vão dos cinco aos 30 euros, tem sempre a t-shirt virtual criada propositadamente para esta campanha. Pode ser partilhada nas redes sociais e a sua aquisição representa um donativo de cinco euros para os profissionais do audiovisual. A gestão das receitas é da responsabilidade da União Audiovisual, organização que, desde o início da pandemia, se destacou no apoio alimentar e na organização de concertos solidários.