O secretário da Saúde do Governo dos Açores, Clélio Meneses, reconheceu esta quarta-feira que, com a testagem de todos os moradores na vila de Rabo de Peixe, os casos de Covid-19 nesta freguesia da Ribeira Grande vão “disparar”.

De todo o modo, declarou Clélio Meneses em conferência de imprensa, esta é uma medida “adequada, necessária e responsável” nesta fase, sendo necessário o “envolvimento de todos”, entre responsáveis políticos, médicos e população em geral.

A freguesia de Rabo de Peixe, na ilha de São Miguel, vai ficar sob cerca sanitária a partir das 00h00 de quinta-feira e até 8 de dezembro, e a população vai ser testada, foi revelado na terça-feira.

Por freguesias, a vila piscatória de Rabo de Peixe, com cerca de 10 mil habitantes, é a que regista mais casos (61) nos Açores.

O novo coordenador de saúde pública nos Açores havia já dito à agência Lusa que Rabo de Peixe é a única freguesia da região onde os casos de covid-19 “continuam a aumentar de forma continuada”.

O objetivo da testagem das perto de 10 mil pessoas é, declarou Gustavo Tato Borges, “criar um tampão na transmissão da doença” na freguesia.