Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

No dia 13 de janeiro as temperaturas no deserto Sahara caíram, ficando abaixo de zero numa região da Argélia — que atingiu os três graus negativos. A paisagem ficou pintada de branco, com dunas de areia cobertas de neve.

A queda das temperaturas fez com que nevasse na região argelina de Ain Sefra pela quarta vez em 42 anos. As outras três vezes foram em 1979, 2017 e 2018, explica o jornal espanhol El Confidencial.

Este foi o terceiro nevão em apenas cinco anos, o que sugere que este estranho fenómeno está a tornar-se cada vez mais comum nesta que é uma das zonas mais quentes do mundo — durante o verão chega a registar temperaturas acima de 38°C e no inverno a média costuma rondar os 14°C, indica a Sky News.

Ain Sefra, situada na Cordilheira do Atlas no norte do deserto Sahara, está a mil metros acima do nível do mar e é conhecida como “a porta de entrada para o deserto”, fazendo fronteira com Marrocos.

Um fotógrafo que na altura se encontrava na região argelina registou o cenário atípico da neve a formar padrões nas dunas de areia. Veja o vídeo abaixo.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR