Vários carros foram engolidos por uma cratera que apareceu subitamente num parte de estacionamento de um hospital em Jerusalém. Segundo as autoridades, não foram registados feridos, mas o incidente, que ocorreu segunda-feira à tarde, provocou danos em sete viaturas.

Imagens captadas por câmaras de segurança e divulgadas por vários meios de comunicação mostram o momento em que o asfalto abateu e uma enorme cratera se abriu, engolindo de seguida vários carros estacionados perto do centro médico Shaare Zedek, junto ao local onde está a ser escavado um túnel para uma autoestrada, a 16, que está a ser construída para facilitar a entrada na cidade. As obras devem ser concluídas em 2023, refere o The Jerusalem Post.

De acordo com o mesmo jornal, o Ministério da Administração Interna israelita anunciou que ia ser aberta uma investigação para apurar se o incidente se deveu à construção.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A polícia, que foi imediatamente chamada ao local, assim como os bombeiros, vedou a área por haver receios de um novo colapso. A zona está a ser alvo de uma inspeção por parte das autoridades municipais para verificar a sua segurança.

O edifício hospitalar não foi afetado e o Shaare Zedek continua a funcionar normalmente, refere a CNN. Contudo, os problemas no parte de estacionamento levaram a que a entrada de doentes começasse a ser feita exclusivamente pela porta sul e a que o hospital apelasse a que a população usasse os transportes públicos para evitar o trânsito que se gerou perto do edifício.