O atual vereador e candidato da CDU à Câmara de Matosinhos, José Pedro Rodrigues, defendeu esta quinta-feira que o concelho deve caminhar para a gratuidade nos transportes públicos e a criação de um sistema municipal de mobilidade elétrica.

“Algumas das medidas que construímos neste mandato já fizeram o caminho (…), mas nos transportes públicos queremos caminhar para a gratuitidade”, sublinhou José Pedro Rodrigues.

O atual vereador da Proteção Civil e Mobilidade e Transportes da Câmara de Matosinhos, no distrito do Porto, referiu que a gratuitidade já está aplicada aos estudantes dos ciclos de ensino obrigatório e cidadãos com deficiência ou incapacidade igual ou superior a 60% e que no início desta semana também os estudantes do ensino superior que vivem em Matosinhos passaram a ter acesso à plataforma que dá 50% de desconto no passe sub-23 ‘andante'”.

José Pedro Rodrigues, de 43 anos, defende que a gratuitidade seja aplicada a idosos com mais de 65 anos, “não só como fator de poupança” mas também “de combate ao abandono e isolamento” um dos temas que a CDU quer priorizar.

O candidato às eleições autárquicas de 26 de setembro falava aos jornalistas no lugar das Carvalhas (Custóias) por ser “um lugar simbólico para a CDU” que durante o mandato criou “seis novas linhas de transporte público em Matosinhos”.

“Foram criadas mais linhas de transporte público neste mandato em Matosinhos do que em todos os outros municípios da área metropolitana [do Porto]. Esta é uma delas, que veio devolver o transporte público à população das Carvalhas ao fim de 20 anos”, salientou.

A CDU de Matosinhos defende também a criação de um sistema municipal de mobilidade elétrica partilhada, de bicicletas e trotinetes elétricas, que permita “garantir de uma forma integrada, como passe de transporte público, a possibilidade dos cidadãos se deslocarem, nos últimos quilómetros, dentro da cidade com meios ecologicamente mais sustentáveis”.

E defende ainda a criação de uma nova linha rápida de transporte público do aeroporto do Porto até ao centro de Matosinhos, a reativação da linha de comboio de Leixões e a expansão de metro do Porto no concelho.

Como aspetos a melhorar, José Pedro Rodrigues aponta a renovação da frota de transportes públicos rodoviário como “uma prioridade” e ainda “a melhoria de horários em algumas linhas”.

Sobre as portagens nas autoestradas, que resultam no estrangulamento do trânsito em alguns pontos do concelho, o candidato da CDU referiu que este “tem sido um problema que os sucessivos governos do PS e PSD não resolveram” e que os eleitos locais destes partidos têm na Assembleia da República uma “palavra diferente” do que localmente.

Concorrem à presidência da Câmara de Matosinhos a atual presidente, Luísa Salgueiro (PS), José Pedro Rodrigues (CDU – coligação PCP/PEV), Bruno Pereira (coligação PSD/CDS-PP), Carla Silva (BE), Nuno Pires (PAN), Humberto Silva (Iniciativa Liberal), Isabel Pontes (Chega), Joaquim Jorge (independente) e António Parada (independente).

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR