Obrigado por ser nosso assinante. Usufrua de leitura ilimitada deste e de todos os artigos do Observador.

De tempos a tempos, todas as empresas sentem necessidade de remodelar o emblema, para o refrescar, tornar mais actual e mais próximo da realidade do período que atravessam. A Volvo não foge à regra e também ela revelou aquele que será o seu novo logotipo durante os próximos anos.

A primeira coisa que salta à vista é que a Volvo abriu mão do logotipo sofisticado, a quatro cores e tridimensional, trocando-o por outro mais simples, 2D e apenas duas cores. Mas tudo indica que o novo emblema da marca ainda está à experiência, uma vez que o construtor nórdico admite que concebeu uma nova imagem da marca, para de seguida revelar que não sabe quando a irá aplicar nos seus veículos, ou na imagem do fabricante controlado pela Geely.

O actual emblema, que a Volvo usa desde 1930, deverá ser substituído apenas em 2023, o que coincide com um período de grandes alterações, uma vez que a marca está a transformar a sua gama de centrada em motores de combustão para se dedicar a unidades eléctricas a bateria.

Por outro lado, a Volvo está igualmente a alterar a forma como realiza a vendas dos seus modelos, afastando-se do sistema convencional com recurso aos concessionários, pretendendo substituí-los a prazo pelas vendas online, no que deverá ser acompanhado pela generalidade de construtores, pela maior rentabilidade que assegura.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR