353kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Poupe na sua eletricidade com o MEO Energia. Simule aqui.

DGS. Internamentos com Covid-19 aumentam todos os fins de semana, pelo menos desde agosto

Durante o fim de semana, houve um aumento de 27 doentes nas enfermarias Covid-19. No total, são 312 internados, 62 nos cuidados intensivos. Esta segunda-feira, reportaram-se 291 casos e 3 mortes.

Um elemento da equipa médica cuida de um paciente hospitalizado na Unidade de Cuidados Intensivos covid-19 do Hospital Santa Maria, em Lisboa, 11 de fevereiro de 2021. O Hospital Santa Maria conta ao dia de hoje com 271 doentes internados com 64 destes doentes internados nos Cuidados Intensivos covid-19, o número máximo atingido até ao dia de hoje neste Hospital.
i

Esta segunda-feira, foram reportados mais 17 doentes internados em enfermaria e mais um nos cuidados intensivos

MIGUEL A. LOPES/LUSA

Esta segunda-feira, foram reportados mais 17 doentes internados em enfermaria e mais um nos cuidados intensivos

MIGUEL A. LOPES/LUSA

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Entre terça e sábado da última semana, os boletins epidemiológicos da Direção-Geral da Saúde mostraram diariamente uma quebra de 10 a 20 doentes internados com Covid-19. No domingo e na segunda-feira, os internamentos voltaram a subir, com mais 10 e 17 doentes, respetivamente.

Pelo menos desde o início de agosto que os relatórios de domingo e segunda-feira apresentam um aumento no número de doentes internados, mesmo que os dias anteriores (de terça a sábado) tenham apresentado uma diminuição — na semana passada, um total de menos 71 doentes internados.

Os relatórios divulgados ao domingo e segunda-feira, dizem respeito ao que aconteceu nas 24 horas (entre as 00h00 e as 23h59) de sábado e domingo, respetivamente. Assim, se durante a semana há mais doentes a sair do que a entrar no internamento dos hospitais (correspondendo a uma quebra no total ou variação negativa), ao fim de semana há mais pessoas a serem internadas do que a terem alta (daí o aumento ou variação positiva).

Os últimos dados mostram 312 pessoas internadas com Covid-19, das quais 62 nas unidades de cuidados intensivos (mais um do que no dia anterior).

Por outro lado, aos fins de semana há menos testes de diagnóstico realizados e comunicados, acabando a segunda e terça-feira por terem números baixos de novas infeções. Esta segunda-feira, foram divulgados 291 novos casos de infeção, dos quais dois terços correspondiam as regiões de Lisboa e Vale do Tejo e Norte, com 102 e 93 casos, respetivamente.

As restantes regiões juntas representam, assim, um terço dos casos a nível nacional: 31 no Centro, 22 no Alentejo e Açores , 16 no Algarve e cinco na Madeira.

Também foi no Norte que se registaram os únicos três óbitos relativos a domingo: três homens com mais de 80 anos.

O número de infeções entre mulheres e homens é equivalente — 143 e 150, respetivamente. Como os homens a registar uma diferença maior até aos nove anos (com 23 casos e elas 12) e as mulheres com uma diferença maior na casa dos 40 anos (com 34 casos e eles 15).

As faixas etárias dos 20-29 anos, 30-39 anos e 40-49 anos são aquelas que apresentam mais novos casos, mais de metade dos casos totais — 52, 48 e 49, respetivamente. As faixas etárias dos 70-79 anos e 60-69 anos, são as que têm menos novas infeções — 16 e 19 respetivamente.

Esta segunda-feira, o boletim da DGS revela uma incidência acumulada de 84,3 em todo o país e 84,7 só no continente — uma subida em relação aos dados da última sexta-feira, quando a incidência era, respetivamente, 84,2 e 84,4 novos casos por 100 mil habitantes a 14 dias.

O índice de transmissibilidade subiu de 1,00 a nível nacional e no continente para 1,01 e 1,02, respetivamente.

A DGS reportou ainda 392 pessoas recuperadas da infeção e menos 222 contactos em vigilância (num total de 21.174). Existem agora 30.205 casos ativos — menos 104 nas últimas 24 horas.

Desde o início da pandemia já se registaram 1.080.097 casos de infeção e 18.100 óbitos.

A página está a demorar muito tempo.