O invulgar, a pluralidade cultural e o perigo dos populismos modernos marcaram o ciclo de conversas que decorreram este domingo no Folio — Festival Literário Internacional de Óbidos. O domingo de chuva trouxe menos gente à vila, num dia em que nomes como Rui Tavares, Rafael Gallo, An Yu e Pilar del Rio marcaram presença nas várias mesas, abordando para conversas sobre democracia, o futuro da literatura e o legado de José Saramago.

Chuva forte que se fez sentir em Óbidos este domingo diminuiu afluência à vila

MARIYA SHUPENYA ricardomarypictu

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.