Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Reportagem em Nova Iorque, EUA

Há dois anos, Neil Harbinson tinha 55 anos e estava na pré-reforma. A vida como gerente de restaurantes tinha-lhe rendido algum dinheiro, mas também chatices que não estava para aguentar muito mais tempo — e ainda mais chatices teve quando decidiu começar uma empresa de limpezas, que acabou por falir. Depois, teve uma ideia: “E se eu fosse mascarar-me de Trump para a Trump Tower?”.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.