Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A avó Maria queria surpreender a neta, uma médica de 26 anos natural do Porto, porque ela gosta muito de cozinhar e falava a toda a hora da frigideira de cobre que prometia cozinhados sem gordura e que se tornara uma das estrelas das madrugadas de televendas na televisão portuguesa. “Eu adoro cozinhar, vi imensas vezes a publicidade e comentei muitas vezes que parecia incrível, então a minha avó decidiu oferecer-ma“, recorda ela ao Observador. Quando recebeu o presente, Maria testou logo a nova aquisição com as receitas que o anúncio sugeria.

Mas aquela que era para ser uma surpresa agradável terminou em desilusão, acusa Maria Gaia: “Experimentei com várias coisas, desde omeletes a ovos estrelados, bifes e molhos. Não é uma frigideira péssima, mas não é das melhores. Os ovos estrelados e as omeletes colam bastante e os bifes deixam algum resíduo. Ou seja, nada a ver com o anunciado”, descreve a médica. Apesar do descontentamento, Maria Gaia não pretende fazer queixa nem pedir o dinheiro de volta: “Tenho duas frigideira ótimas e uso esta como terceira opção. Nem disse à minha avó [que nem gostava da frigideira] para ela não ficar triste“, conta.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.