Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Já podemos deixar os relógios tradicionais e começar a utilizar smarwatches? Durante o início do ano experimentámos dois relógios inteligentes para responder a esta questão. Percebendo à partida que todos estes wearables de pulso — tecnologia que se veste — são principalmente um complemento para smartphones, olhámos para as marcas líderes de telemóveis no mercado: Samsung, Huawei e a Apple (por esta ordem). Vimos outros equipamentos, Fossil ou Garmin, por exemplo, mas optámos pelos que têm mais visibilidade neste segmento em Portugal. Desta vez, não saltámos de uma ponte para ver se funcionavam. Apesar das surpresas, ainda andamos com um relógio tradicional no pulso. Já explicamos porquê.

Quando abordámos as marcas, perguntámos: qual é o relógio inteligente topo de gama que têm para mostrar o que um smartwatch pode fazer? A Samsung emprestou-nos um Galaxy Watch de 46mm (na altura, o Galaxy Sport ainda não estava disponível, mas, mesmo assim, o Watch de 46 mm continua a ser o topo de gama). A Huawei emprestou-nos um Watch Gt (entretanto já saiu um modelo superior, mas não está à venda em Portugal). Já a Apple, mesmo através de empréstimo por retalhistas, não autorizou qualquer cedência de um Apple Watch Series 4 para testarmos. O teste ficou então reduzido às outras duas marcas.

Huawei Watch GT vs Samsung Galaxy Watch. Quem ganha?

Ganha o Galaxy Watch, e por uma grande margem. O smartwatch da Samsung não venceu em todos os pontos. Na duração da bateria e no preço, o Huawei é cativante. Contudo, a diferença no valor e energia do Galaxy Watch vem acompanhada de inúmeras funcionalidades extra aliadas a um design que faz deste relógio o mais cativante do mercado. O teste com os dois relógios durou quase dois meses, nos quais fomos alternando a utilização dos smartwatches e o dispositivo com que os experimentávamos (um Huawei Mate 20 Pro e o novíssimo Galaxy S10+).

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.