Explicador

Portugal vai continuar sob a vigilância da troika?

Maio 201418 Maio 2014
Nuno André Martins

Portugal livrou-se, mesmo, da troika?

Pergunta 1 de 18

Depois de três anos a cumprir metas exigidas pelos credores internacionais, era expectável que Portugal se “livrasse” da ‘troika’, mas os credores terão, durante muito tempo, uma palavra a dizer sobre os destinos do país.

Portugal estará sempre sujeito a uma supervisão pós-programa até repagar 75% da dívida que tem junto dos credores internacionais, o que , segundo as contas da Presidência da República, se estenderá, pelo menos, até 2035.

Mas nem isto é líquido, porque a Comissão Europeia pode decidir que esta supervisão se deve manter já depois de devolvidos mais de 75% do empréstimo, caso exista um “risco persistente à estabilidade financeira ou sustentabilidade orçamental”.

O FMI também aplica a sua própria supervisão pós-programa até que Portugal pague a parcela do empréstimo que supere os 200% da quota de Portugal no fundo.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)