A fotografia de manifestantes nas ruas brasileiras, com duas faixas, uma em inglês e outra em português, foi manipulada na versão em inglês, alterando apenas uma das letras das palavras e criando uma mensagem falsa que rapidamente se tornou viral na internet. Através da manipulação de imagem, foi duplicado um “R” na frase inglesa que substituiu um “L” e a palavra “eleição” — no inglês ‘election’ — deu origem à palavra “ereção” — no inglês ‘erection’. Na origem até podia estar uma simples piada, de pouca criatividade, mas quem a tem divulgado nas redes sociais omite o motivo para a manipulação da imagem.

A provar que se trata apenas de uma manipulação intencional da fotografia em causa estão outras imagens registadas no mesmo protesto e partilhadas amplamente nas redes sociais. Os utilizadores notam ainda que a ligeira deformação o ‘R’ é exatamente a mesma na palavra ‘fraudulent’ e na que foi alterada de ‘election’ para ‘erection’, o que indica que se tratou de uma simples alteração na palavra, copiando a parte da imagem que permitia desvirtuar a mensagem na faixa.

E, caso ainda restem dúvidas para a existência de manipulação intencional na palavra “election”, basta ver que o erro ortográfico na palavra “With” (‘com’, em português), que nas faixas aparece escrito “whith” está presente em todas as imagens que há do protesto que teve lugar poucos dias depois da segunda volta das eleições presidenciais brasileiras.

Twitter@_Giulianopolis

Conclusão

É falso que numa manifestação de apoiantes de Bolsonaro, vestidos com as cores da bandeira do Brasil e bandeiras às costas, uma das tarjas usadas tivesse um erro ortográfico na palavra “eleição”, transformando-a em “ereção”. Os registos de fotografias captados da manifestação mostram que o único erro que havia na tarja escrita em inglês era na palavra “with”, que se mantém nas duas versões (na original e na falsa, onde consta a palavra ‘erection’) e não o lapso na palavra que dá origem à falsidade e contribui para a sua amplificação nas redes sociais.

Assim, de acordo com o sistema de classificação do Observador, este conteúdo é:

ERRADO

No sistema de classificação do Facebook este conteúdo é:

FALSO: as principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

NOTA: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact checking com o Facebook.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

IFCN Badge