Dark Mode 152kWh poupados com o Asset 1
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Ana Eduardo Ribeiro

Convidado

Artigos publicados

Psicologia

Adultos pelo Peter Pan’s

As caraterísticas dos adultos Peter Pan’s traduzem-se numa imaturidade emocional, pelo modo como lidam com a realidade que implica compromisso e obrigações.
Comportamento

Narcisos de papel

149
Saber identificar a qualidade do nosso narcisismo, ajuda-nos a lidar connosco e com os outros. Ajuda-nos a aceitar todos. Ajuda-nos a moderar a exigência connosco e com os outros.
Comportamento

Tantas mensagens mas poucas conversas de verdade

217
Quem escuta verdadeiramente quem, neste frenesim de múltiplos canais comunicacionais? Ou, o que afinal se escuta no meio de tanto ruído?
Sociedade

Para mulheres e homens dos tempos modernos

Como estar bem no contexto desta sociedade tecnológica e cosmopolita, competitiva e de ritmo desenfreado? Podemos reagir com algumas medidas fundamentais.
Comportamento

Onde mora a felicidade?

244
A felicidade mora num lugar precioso dentro de nós, competindo-nos saber onde está a chave que abre essa porta, para aí entrar e ficar, nem que seja por uns instantes.
Crónica

A beleza das folhas que dançam

Ocupar um lugar de pousio que nos permita refletir sobre nós e as nossas (belas e boas) ligações aproxima-nos da tal completude e ideia de perfeição. Contactar com o belo dá-nos paz.
Férias

As férias inesquecíveis das nossas vidas

O contacto com as memórias antigas parecem ecoar este ano. São reavivados tempos longínquos. Estas férias lembram outras férias!

Estados de desamparo

No adulto, observa-se como a separação ou a perda do ser amado desampara a pessoa que se sente abandonada. Quanto menos retaguarda de bons colos do passado existir, mais difícil será a superação.
Sociedade

De onde surge a crueldade e o ódio?

Manter um diálogo interior em torno dos valores humanos guiar-nos-á nas escolhas das nossas ações e julgamentos com os outros, para não nos tornarmos (também nós!), em alguns momentos, vis e cruéis.
Amor

Amor e suas viscissitudes

Um casal é constituído por dois. Dois é um mais um. Cada um, na sua singularidade, possui a sua própria identidade, as suas qualidades e defeitos. Cada um deve respeitar-se a si e ao outro como se é.
Psicologia

Hoje sonhei com a caixa da minha avó

112
Para não mergulhar na tristeza profunda, há que fazer um esforço e lembrar a história que temos vivido acumulando experiências boas e más, lembrarmos como já ultrapassámos outras fases difíceis.
Psicologia

À espera

O desafio é o de transformarmos a espera num tempo mais criativo e não de suspensão das nossas vidas em função do tão esperado. Conseguirmos manter ativos interesses diversos, ocupações necessárias.
Psicologia

Bocas tapadas, olhos vigilantes, as novas máscaras

Hoje, na rua, são as interacções oculares que traduzem estados de simpatia, contentamento, agradecimento, ansiedade, zanga. Os olhos rasgam-se quando sorriem, abrem-se com medo, cerram-se com tristeza
Coronavírus

E agora, como voltamos à rua?

123
Neste momento, se uns precisam de ser encorajados, aos poucos e com segurança, a sair, outros precisam de ser sensibilizados a respeitar o espaço comum e a refrearem a amplitude dos seus movimentos.
Psicologia

Estar sozinho não é estar só

339
Quem está só e sente ampliadas as dificuldades inerentes a esta condição pode aproveitar este tempo de suspensão para transformar eventuais sentimentos negativos em algo mais construtivo para si mesmo
Crónica

Que bom é quando encaixamos na cozinha

Neste tempo de clausura forçada é importante esforçarmo-nos por conter a irritação face a atropelos, tropeções e maneiras diferentes de estar na cozinha, bem como tentar recuperar o prazer de cozinhar
Sonhos

Sonhemos!

131
Se neste momento não podemos viajar para fora, podemos viajar para dentro e aproveitar este tempo de permanência em casa, para um encontro diferente connosco próprios.
Psicologia

O sentido de vivermos agora

246
Não é possível viver-se em permanência num estado de felicidade esfusiante. Devemos antes procurar viver com tranquilidade todos os cenários da vida, de modo a preservar o nosso bem-estar psíquico.
Coronavírus

Afugentar fantasmas que vieram connosco para casa

332
Num segundo momento, ultrapassado o choque, organizam-se felizmente mecanismos defensivos para fazer face aos medonhos fantasmas com que cada um se debate num esforço para não colapsar psiquimamente.
A página está a demorar muito tempo.