761kWh poupados
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Eduardo Sá

Colunista

O psicólogo escreve aos domingos no Observador e está de segunda a sexta no Porque Sim Não é Resposta da Rádio Observador. Pode enviar sugestões e perguntas para eduardosa@observador.pt

Artigos publicados

Crianças

As crianças, hoje

Quanto mais protegidas elas são maior é a sua infância. E quanto maior ela se torna mais têm oportunidades para crescer melhor. Por mais que lhes estejamos a dar menos tempo para serem crianças.
Pais e Filhos

As desigualdades e a mãe

Sobre todas as desigualdades que pendem sobre a mãe, a culpa traz mais uma. E acentua uma atmosfera que, em condições normais, faria com que a mãe vivesse com mais stress. Mais deprimida.
Comportamento

O tédio e o entusiasmo

O tédio é o oposto do entusiasmo.Começa pela resignação. Promove a passividade. Passa pela impaciência. Chega ao aborrecimento. Acomoda-se no vazio. Que é uma mão cheia de tudo. Feita de coisa nenhuma
Adolescentes

Violência sexual ou brincadeira estúpida?

Há diferença enorme entre as “piadas parvas”, as picardias, os atritos e as bulhas e o bullying e a violência declarada. Aprender a sentir a ira e a manifestá-la com lealdade faz parte do crescimento.
Família

Divórcio grisalho

Não, não somos nós quem envelhece. É a forma como, assustadoramente, sem surpresa, o namoriscar se divorcia de nós. E, quase sem queixa, a isso diz-se que sim. E quase tudo se deixa.
Saúde Mental

Não somos todos doentes mentais!

Mentimos sobre a saúde mental quando falamos dela sem nos pensarmos a nós. E que desperdício que isso é!
Emigração

E se a esperança no futuro fugir para longe?…

Não, os jovens não deixaram de acreditar em Portugal. Somos nós que há muito não entendemos as questões e os problemas dos adolescentes e dos jovens como devíamos. Somos nós que não  acreditamos neles
Comportamento

São problemas de comunicação, estúpido!

Como é que escutando tão pouco, falando menos ainda, e aproveitando de modo tão escasso as oportunidades de crescer com cada erro, não nos havemos de desligar em vez de nos ligarmos uns aos outros.
Natal

O Natal é das crianças

Somos todos crianças no Natal. E só quando é assim o Natal é Natal. Por isso tudo, dêem-se às criancices.
Adolescentes

Já não tenho mão nele

Não estou a tentar dizer que todos os adolescentes são violentos com os seus pais. Estou a recordar que os pais não podem permitir que o tom das respostas ou alguns comportamentos dos filhos os magoem
Adolescentes

A escola e o futuro

Impõe-se que nos perguntemos se a escola, hoje, se adequa aos adolescentes que temos. Às fontes de informação a que recorrem. Ao modo como pensam. Às matérias e métodos de ensino com que as aprendem.
Comportamento

A pandemia do futuro

A solidão está a transformar-se numa pandemia porque nos deixamos que nos tratem como se não fossemos pessoas que sentem, que pensam e que intuem.
Professores

A felicidade na escola

No lugar de colocarem à frente de tudo mobilidade, salários ou condições de trabalho, o bem-estar dos professores na escola depende, sobretudo, da sua relação com os colegas e com os alunos.
Comportamento

Neurose actual

Por mais que sejam pessoas equilibradas e esclarecidas, há uma bruma depressiva e uma aragem de angústia que as agita, por dentro, como se a falta da novidade, da surpresa ou do desafio as angustiasse
Livros

Ler para quê?

Os livros não são livros. São pontes. E avenidas largas. E são barcos. E janelas. Pináculos. Os livros são auroras. E elefantes que voam. Árvores que, em vez de frutos, dão palavras. E, até, asas.
Comportamento

O silêncio dos elefantes

Quanto mais fugirmos de dar parte de fracos mais “temos” de ser perfeitos. O que nos faz entrar nas histórias aos bocadinhos. E transformar a vida em oportunidades perdidas.
Pais e Filhos

Dias de mãe

Se desde que se levantam até se deitarem as mães vivem numa agitação e em stress, como podem ter direito à calmaria, ao entusiasmo e ao “amor de mãe”, com um sorriso tranquilo e bondoso em tom suave?
Comportamento

A febre das pequenas maldades

Precisamos muito de rezar; assim. Um ror de vezes! Para nos livrarmos das febres. Tudo ao contrário daquilo que fazemos quando, tomados por elas, ficamos presos às pequenas maldades. E as reproduzimos
Terrorismo

Sobre a guerra, o terrorismo e a maldade

Aquilo que os nossos filhos também precisam de perceber é que o que separa a racionalidade e a bondade humanas da maldade não é uma linha ténue. Ou uma fronteira frágil e precária.
Educação

Telemóveis na escola – sim ou não?

Telefones na escola com uso livre pelos alunos, não, por favor. Telefones para todos, também não. Telefones no 3.º ciclo, se possível, ainda não. Telefones no secundário,  sim.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.