535kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 32.99/mês aqui.

Tiago de Oliveira Cavaco

Convidado

Nasci a 17 de Outubro de 1977. Licenciei-me em Ciências da Comunicação na Universidade Nova de Lisboa e estudei teologia no Seminário Baptista de Queluz. Fundei a editora musical FlorCaveira em 1999, trabalhei em televisão durante uma década, fiz crítica literária para as revistas Atlântico e Ler, abri uma Igreja Baptista em 2007, e publiquei o meu primeiro livro em 2013, chamado “Felizes Para Sempre e Outros Equívocos Acerca do Casamento”. De lá para cá, continuo obcecado pela palavra, pregando-a, escrevendo-a e musicando-a.

Artigos publicados

Cristianismo

Circunstâncias do Diabo para Deus nos fazer falta

Se Deus se expôs a viver os nossos infernos, por que não haveremos nós de lhe pedir o paraíso? O bom ladrão é o que quer estar onde Jesus vai. 
Crónica

O cativeiro de ser inteligente

Raramente estou tão mal como quando me empenho em defender a minha suposta inteligência. Torno-me racional no sentido de rasteiro, persuasivo no sentido de perverso, convincente no sentido de coercivo
Religião

Quem são os evangélicos no Portugal de 2022?

Os evangélicos ainda têm a sua paternidade simbólica em não-portugueses. Ainda sonhamos em 2022 com países que não são nossos em que ser evangélico nos oferece a dignidade que aqui nos parece roubada.
Música

Leonard Cohen em Mem Martins

Um miúdo crescido numa Igreja Protestante sabe bem quem é David e sabe bem o que é um Salmo. O Cohen era, nesse sentido, como eu—uma criatura cultivada nas Escrituras.
Religião

Terror em família, ou o dia da reforma protestante

Ter Lutero como herói não é tão diferente assim de fazer ciclos de cinema de terror em família—parece a coisa errada. Mas, mais de 500 anos depois, ser Protestante continua a parecer ser coisa errada.
Blogues

A maçada de ser livre ou 20 anos da Coluna Infame

A Coluna Infame foi do melhor que aconteceu a Portugal nas últimas décadas. Tenho sido um disco riscado a cantar este refrão, mas insistir nele é uma espécie de consciência social da minha parte.
Religião

Entre Paulo Portas e a IURD voto IURD

Somos em Portugal um país com liberdade religiosa? Diria que sim e diria que não. A cabeça diz sim e o coração diz não. É, como os miúdos dizem agora, complicado.
Crónica

Viver dentro de conversas que ainda não tivemos

Grande parte das minhas aventuras são a sobrevivência às conversas que já tive e às conversas que ainda estou para ter. As últimas, confesso, muitas vezes consomem-me em ansiedade.
Crónica

A que bebedeira conduzes os teus filhos?

Todos os bêbados, ou ex-bêbados preferencialmente, sabem que o pior que a bebida lhes fez não foi necessariamente o efeito físico consequente. A Bíblia, ainda antes de Baudelaire, entendeu isso.
Crónica

Ter a história do nosso lado

A religião do “lado certo da História” ofereceu o antídoto para a religião do “Deus ao nosso lado”. Muda-se a companhia, mas e a presunção? Será muito diferente? Não estou persuadido.
Leitura

O tolinho que lia e chorava

Acho improvável que a leitura dos últimos capítulos das “Grandes Esperanças”, quando feita de coração aberto, se faça de olhos secos.
Cristianismo

Orem pela Nice

Levo mais de quatro décadas de oração e, portanto, reconhecimento recorrente da minha incompetência.Sou um falhado encartado, passo para as mãos de Deus não somente os casos difíceis mas até os outros
Crónica

A primeira vez que dei a mão ao inimigo

Sem inimigos o mundo é uma máquina fotocopiadora em sobreaquecimento – inevitavelmente pifará. É quando algo com origem adversa se torna inesperadamente em benefício que a verdadeira aventura começa.
Religião

O snob que julgava amar os pobres

Resumindo muito a lição para nós, snobes que julgam amar os pobres: diz-me quem te repugna e dir-te-ei quem é realmente o pobre para ti.
Religião

Viver destriunfado

Todas as pessoas inspiradoras treinavam-se em ser esquecidas ainda em vida. Iam para o deserto, desapareciam, sumiam da vista dos outros.
Alimentação

A diferença entre ração e refeição

A mesa não estava certa na minha vida porque em comia para viver. Hoje sei que há uma diferença abismal entre uma refeição e uma ração. Passei décadas a tomar rações mas hoje invisto na refeição.
Brasil

O cuspo da Maitê Proença

É para não sermos tentados por nacionalismos que dão a Portugal uma superioridade que nunca teve que temos de saber que os brasileiros que cá estão são o Portugal do nosso tempo: cabe-nos orientá-los.
Casamento

A minha mulher mata-me há vinte anos

O namorado é uma pessoa feliz pelo que vive, o que contradiz completamente o que o casamento é. O casamento é o oposto de uma tentativa ansiosa de se guardar a felicidade que já se alcançou.
Crónica

Abancados no trono celeste

Estando Deus livre de ser culpado pelos males que nos acontecem por aparente inexistência da sua parte, quem sobra para culpar? Quem arranjamos nós hoje para substituir Deus?
Estados Unidos da América

A hostilidade devolve à mediocridade da multidão

Agrada-me a ideia de que a minha fé não suscite em ninguém o desejo de me agredir. Mas sei que pior do que isso é a agressão que inflijo a mim mesmo quando digo o que outros querem que eu seja.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Este artigo só pode ser lido por um utilizador registado com o mesmo endereço de email que recebeu esta oferta.
Para conseguir ler o artigo inicie sessão com o endereço de email correto.