Obrigado por ser nosso assinante. Beneficie de uma navegação sem publicidade intrusiva.

Procura-se. Para as próximas eleições presidenciais procura-se pessoa séria. Cultura mediana. Capacidade para enfrentar pressões e momentos de tensão. É vital que distinga popularidade de poder e que não sofra de verborreia diante dos microfones. A função a desempenhar é a de candidato presidencial. Factores valorizados: não mudar de roupa em público, bom senso e muito particularmente sentido do ridículo.

Mestre espiritual. Curandeiro, dotado de poderes como magia branca e negra, resolve problemas tais como falta de força, amor, insucesso nos negócios, mau olhado, inveja, maus vícios e o encobrimento de dados pela Segurança Social que continua a negar informação sobre o estado das suas contas ao Conselho das Finanças Públicas.

Dão-se alvíssaras. A quem conseguir que Mariana Mortágua exerça uma actividade profissional que não consista em ir buscar por qualquer meio as poupanças dos portugueses. O pagamento a quem conseguir esta mudança contra-natura será sem dúvida generoso pois não só já nos faltam as siglas para identificar os cúmulos fiscais concebidos por Mariana Mortágua – já vamos no adicional ao adicional do IMI – como temos ainda de lhe pagar para tornar legal o que antes se chamava roubo.

Desapareceu de casa. Líder da oposição. A última vez que foi visto achava que era ministro sem pasta do actual Governo.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Oportunidade. Juízes em greve. Enfermeiros em greve. Professores em greve. Comboios em greve. Metropolitano em greve… Faça Vossa Excelência greve também: deixe de pagar impostos e verá como a sua vida (e a do país) muda num instante.

Guia intérprete. Pessoa dotada de capacidade para traduzir para português corrente a sucessão de declarações em idioma “sacudir a água do capote” proferidas pelo primeiro-ministro e presidente da República a propósito do desaparecimento das armas dos paióis de Tancos (e de toda e qualquer responsabilidade).

Detective. Investigações sigilosas para empresas e também de caracter pessoal. Averigua-se sentido de voto de cidadãos brasileiros residentes em Portugal.

Foi escolhido! Se é um dos deputados do BE e do PCP que votam a favor do Orçamento mas que saem do parlamento para se manifestar contra esse mesmo orçamento venha conhecer as nossas equipas de animação de festas. Temos números de ilusionismo sem pombas e sem coelhos por causa dos direitos dos animais, sem balões por causa do planeta e sem partenaires por causa do assédio. Somos especialistas em animações com alçapões e saídas por fundos falsos.

Leilão. Tabuadas, ardósias, máquinas de calcular, papel quadriculado e demais material usado até ser instituído o sistema de contabilidade “vamos ver”. O sistema “vamos ver” anunciado pelo presidente da República em Julho deste ano quando confrontado com o impacto da implementação do horário de 35 horas na função pública, nomeadamente nos serviços de saúde, apresenta inúmeras vantagens sobre os pretéritos sistemas de avaliação. Por exemplo, o sistema “vamos ver” permite adiar sempre o momento desagradável da quantificação. Com o “vamos ver” tudo é dinâmico, cheio de variantes, possibilidades, afectos… E quando finalmente se vê já é tarde. Por exemplo, agora viu o Tribunal de Contas que a Presidência da República gastou 500 mil euros em horas extraordinárias. A culpa – diz o Presidente – é das 35 horas.  O sistema “Vamos ver” está quase a dar lugar ao sistema “Pagar para não ver”.

Renovação de stock. Chegou grande e variado fornecimento de fascistas. É governante e precisa de um assunto que afaste as atenções? É jornalista e não gosta de fazer notícias que o tornem menos simpático diante dos seus colegas? É tímido e quer saber qual o assunto que o pode tornar popular?… Venha conhecer a nossa colecção de fascistas. Temos fascistas apenas fascistas. Fascistas racistas. Fascistas racistas e homofóbicos. Fascistas machistas que podem ser ou não racistas. Fascistas que são fascistas de manhã e liberais à tarde (este são mais caros mas têm inúmeras potencialidades)… Enfim uma variedade completa, proveniente de diversos continentes, que certamente contribuirá para a renovação dos seus indispensáveis ódios de estimação. Veja o nosso catálogo de fascismos e fascistas e pode ter certeza que ninguém o incomodará mais com assuntos internos.

Urgente. Pede-se a quem souber do paradeiro do Tribunal Constitucional e da CRESAP que contacte este jornal. Após um período de actividade frenética estas instituições deixaram de dar sinais de vida no mês de Novembro de 2015. Teme-se que tenham sido sequestradas. Quiçá vítimas  colaterais das actividades de alguma equipa forense saudita.

Oferece-se sociedade. Negócio rentável: apoiar o governo António Costa. Aceita-se apoio por grosso ou a retalho.