Autárquicas 2017

Pizarro rejeita integrar listas de Moreira. “Não aceito que haja becos sem saída”

Manuel Pizarro, candidato do PS à Câmara do Porto, rejeitou convite de Moreira para as listas. "Não renego a minha filiação", disse o socialista. Acordo no executivo pode estar comprometido.

"Dou a cara nos bons momentos mas dou a cara, sobretudo, perante os desafios e nas dificuldades"

227562

“Não, obrigado”. Foi desta forma que Manuel Pizarro respondeu ao convite deixado por Rui Moreira para integrar as listas do presidente da Câmara Municipal do Porto nas próximas eleições autárquicas. Já era público que o presidente do PS/Porto ia avançar como candidato contra Rui Moreira, mas esta foi a primeira vez que o vereador socialista respondeu ao convite do autarca para integrar a sua candidatura. E parece ter sugerido mais: um eventual compromisso pós-eleitoral parece estar comprometido. “Infelizmente, e depois daquilo que aconteceu nos últimos dias, não vai ser possível continuar por mais quatro anos esta associação num projeto comum”, afirmou Manuel Pizarro, durante a convenção autárquica do PS, no pavilhão Carlos Lopes, em Lisboa.

Resta saber o que acontecerá até outubro, momento em que se realizam as eleições. O PS do Porto ainda não se definiu quanto ao posicionamento de Manuel Pizarro como vereador de Rui Moreira com pelouros até ao momento das autárquicas. Quando venceu a corrida em 2013, Rui Moreira assinou um acordo de governação com os socialistas, entregando dois pelouros a vereadores do PS. Mais tarde, atribuiu um pelouro a um vereador do PSD. Com seis vereadores independentes, mesmo que o PS tentasse prejudicar a governação de Rui Moreira, o autarca teria sempre a maioria (seis mais um, num total de 13).

Segundo conseguiu apurar o Observador junto de fonte socialista, todos os cenários estão em cima da mesa quanto ao apoio do executivo de Moreira, sendo que a reunião de sexta-feira serviu apenas para escolher e preparar a candidatura de Manuel Pizarro. Nos próximos dias, o aparelho local socialista deve discutir a situação da Câmara do Porto.

Voltando ao discurso de Manuel Pizarro na convenção autárquica em Lisboa, o socialista respondeu ao convite de Rui Moreira com um “sereno” não. “Digo-o com serenidade, há convites que, feitos num determinado tempo e num determinado modo, não podem ser aceites: têm que ser declinados. Porque, fossem eles aceites, tornariam mais pequeno quem assim agisse. A minha resposta, sempre serena, é a seguinte: não, obrigado”, afirmou Manuel Pizarro, durante a convenção autárquica do PS, no pavilhão Carlos Lopes, em Lisboa.

Recorde-se que na sexta-feira, em entrevista ao jornal da noite na SIC, Rui Moreira manifestou a vontade de contar com Manuel Pizarro na sua equipa mais próxima. “[Manuel Pizarro] tem sido de uma enorme lealdade e competência e é minha intenção convidá-lo de novo para a vereação. Mas não é por ser dirigente ou militante socialista, não é por ser socialista. Espero continuar a contar com ele na minha lista, mas apenas pela sua competência”, afirmou o autarca portuense.

Ora, 24 horas depois de ter sido escolhido pelo aparelho local para ser candidato à Câmara do Porto, Manuel Pizarro fez questão de responder a Rui Moreira. “Sou militante com muito orgulho, não renego a minha filiação e não reivindico que o facto me engrandeça ou deva beneficiar-me; mas não aceito que me diminua ou constranja”, sublinhou o socialista.

Pizarro foi ainda mais longe: “Na política, não aceito que haja becos sem saída”. Ainda que tenha reconhecido a desilusão com o fim do projeto político comum — um projeto que não se cansou de dizer — o socialista prometeu uma “campanha com o entusiasmado e a elevação de sempre”.

“Dou a cara nos bons momentos mas dou a cara, sobretudo, perante os desafios e nas dificuldades. Não estou zangado nem procuro compensação”, rematou o socialista perante os cerca de mil participantes na convenção autárquica socialista.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: msantos@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site