Logo Observador
Mark Zuckerberg

Conheça o lado mais romântico de Mark Zuckerberg

Mark Zuckerberg mostra o seu lado mais romântico e planeia, todos os anos, uma nova lua-de-mel para a sua mulher, Priscilla Chan.

Mark e Priscilla celebraram no mês de maio o 5.º aniversário do seu casamento

Numa publicação na sua página oficial de Facebook, Mark Zuckerberg contou que todos os anos, desde 2012, leva a sua mulher, Priscilla Chan, numa nova lua-de-mel, revelando assim o seu lado mais romântico.

Hoje, eu e a Priscilla, celebramos o nosso quinto aniversário de casamento“, anunciou o multimilionário no passado dia 19 de maio. Continuou o texto dizendo aos seus seguidores que tinha “uma história engraçada para contar”, recordando que no dia anterior, 18 de maio, o Facebook tinha comemorado o quinto aniversário da sua primeira IPO (Initial Public Offer – Oferta Pública Inicial). Ora, isto levantou uma questão: Quem é que iria agendar e planear o seu casamento para o dia anterior à IPO da sua empresa?

Today is Priscilla and my five year wedding anniversary, and I want to share a fun story about how it came…

Posted by Mark Zuckerberg on Friday, May 19, 2017

Zuckerberg não deixou essa pergunta por responder, dizendo que a proximidade das datas foi uma mera coincidência. O casal quis fazer uma cerimónia discreta e íntima no jardim da sua casa, mantendo toda a organização em segredo. Assim sendo, Eduardo Saverin, diretor financeiro do Facebook, não soube que o casamento do seu colega Mark estava agendado para 24 horas antes de um dos dias mais importantes para a rede social.

Depois da cerimónia o casal realizou uma rápida lua-de-mel. Viajaram até Roma, em Itália. Mas, esta foi apenas uma escapadinha, já que Zuckerberg precisou de encurtar a estadia na cidade italiana, para poder estar presente num altura vital para a empresa que tinha fundado.

Para compensar esta curta viagem, Zuckerberg prometeu a Priscilla que daí em diante, todos os anos, o casal iria realizar uma lua-de-mel nova e diferente. E assim tem sido…

“Isto traz-nos até ao dia de hoje”, continuou na sua publicação… “Nalguns anos vamos ao Japão ou a França. Este ano vamos viajar pelos Estados Unidos e vamos passar a nossa lua-de-mel no rural Maine. Uma das lições que já retirámos do nosso casamento é que explorar juntos só melhora a cada ano“.

Esta viagem faz parte do desafio pessoal dos Zuckerberg’s de visitar os 50 estados que constituem os EUA. Tendo já publicado fotos em Ohio, Massachusetts e Rhode Island … O fundador do Facebook publicou ainda fotos e vídeos na sua antiga Universidade, a famosa Havard, recordando o sítio onde “tudo começou”.

Back at Harvard where it all began.

Posted by Mark Zuckerberg on Tuesday, May 23, 2017

De acordo com um jornal local de New England, a blogger Emily Burnham, avistou o casal no The Fiddlehead Restaurant, na Hammond Street, no centro de Bangor. Foram também vistos em Millinocket, a caminhar no monte Katahdin, no passado sábado.

Durante esta viagem pelos EUA, ao passar pela Universidade de Havard, onde estudou, Mark Zuckerberg discursou na abertura da cerimónia de entrega de diplomas aos alunos que se graduam neste ano. “Se eu concluir este discurso, será a primeira vez que concluo alguma coisa em Havard”, disse ele durante este discurso.

Numa publicação mais recente, explicou o porquê de nesta lua-de-mel o casal ter escolhido iniciar o desafio de passar pelos 50 estados, viajando para destinos mais calmos e rurais.

Depois de um ano agitado, o meu objetivo com este desafio é sair e falar com mais pessoas acerca da forma como elas vivem,trabalham e pensam sobre o futuro. Quero aprender sobre as vossas perspetivas para este ano”, escreveu Zuckerberg.

Estas viagens anuais permitem ao casal recordar o porquê de se terem apaixonado.

Cinco anos depois do seu casamento, Mark, de 33 anos, continua a dar provas do seu amor por Priscilla, de 32 anos. O casal uma filha em comum, Maxima Chan Zuckerberg, que nasceu em dezembro de 2015 e está à espera de um segundo filho, do qual ainda se desconhece o sexo.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Fogo de Pedrógão Grande

“Para inglês ver”

Paulo Tunhas

Quando toda a energia do Governo é em última análise canalizada para a manutenção do seu apoio, é fatal que o Estado se degrade e a pouco e pouco, se fragmente, se transforme em algo para inglês ver. 

Ásia

A Índia de Modi

Diana Soller

A política externa da Índia para os Estados Unidos, até hoje, pode ser resumida em três R: Ressentimento, Reciprocidade e Reconhecimento.

caderno de apontamentos

Educação e autarquias

Abel Baptista

Com a descentralização, não poderão as autarquias tornar-se mais competitivas entre si, e oferecer meios de ensino de melhor qualidade, com soluções adaptadas às circunstâncias do concelho e região?