Alentejo

Governo decide retirar 150 toneladas de peixe de quatro barragens no Alentejo devido à seca

181

Um total de 150 toneladas de peixes vai ser retirado de quatro albufeiras no Alentejo, a partir do início da próxima semana, devido à seca e para não prejudicar a qualidade da água, revelou o Governo.

Barragem do Pego do Altar, no concelho de Alcácer do Sal

Alberto Frias/LUSA

Um total de 150 toneladas de peixes vai ser retirado de quatro albufeiras no Alentejo, a partir do início da próxima semana, devido à seca e para não prejudicar a qualidade da água, revelou hoje o Governo.

“Vamos retirar 150 mil quilos de peixes”, numa operação que “deve custar cerca de 120 mil euros”, mas que visa “não pôr em perigo a qualidade da água das albufeiras”, devido ao seu reduzido armazenamento, disse o secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins, no final de uma reunião em Évora.

As albufeiras que vão ser alvo desta operação, segundo o governante, são a do Monte da Rocha, em Ourique, no distrito de Beja, a da Vigia e a do Divor, em Redondo e entre Évora e Arraiolos, no distrito de Évora, e a de Pego do Altar, em Alcácer do Sal, no distrito de Setúbal.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site