Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Pelo menos 31 crianças morreram este domingo no norte da Colômbia quando o autocarro em que seguiam pegou fogo. 25 outras pessoas, entre as quais um adulto, ficaram gravemente feridas. As vítimas têm entre um e oito anos de idade.

“Os feridos têm queimaduras de segundo e terceiro graus e muitos estão em estado crítico”, disse Cesar Uruena, médico da Cruz Vermelha, à AFP. Terão sido cerca de 18 os sobreviventes encontrados.

O acidente deu-se por volta do meio-dia perto da cidade de Fundación – a 750 km de Bogotá -, de onde as crianças regressavam de uma cerimónia religiosa. Inicialmente, a polícia considerou tratar-se de um problema mecânico, mas de acordo com sobreviventes, o motorista tinha estado a manejar um bidão com combustível momentos antes do incêndio. Entretanto, o homem desapareceu e populares furiosos vandalizaram a sua casa.

O Presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, interrompeu a campanha eleitoral para as presidenciais do próximo dia 25 e viajou para Fundación.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR