Sete pessoas morreram num tiroteio ocorrido esta sexta-feira perto de um campus universitário da Universidade de Santa Barbara, no Estado norte-americano da Califórnia, de acordo com a polícia local.

Segundo a CNN, um homem disparou sobre várias pessoas enquanto conduzia um automóvel, provocando a morte a seis pessoas, e ainda ferimentos noutras sete pessoas, sendo que um deles está em estado muito grave e já foi submetido a uma operação cirúrgica.

O alegado atirador também foi alvejado e encontrado morto no seu carro depois de ter trocado disparos com a polícia local, não sendo claro se o ferimento fatal se trata de um disparo da polícia ou do próprio atirador.

A polícia de Santa Barbara ainda não sabe os motivos dos disparos, mas diz ter provas que se trata de um ataque premeditado.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

As forças policiais estão a investigar a ligação com um vídeo colocado no Youtube onde um jovem se queixa de ter sido rejeitado repetidamente por mulheres e ameaça vingar-se.

Veja aqui o vídeo que a polícia suspeita que pode estar na origem do tiroteio.

Os tiroteios aconteceram em várias partes da cidade de Isla Vista e existem ao todo nove locais do crime, disse a polícia, citada pela CNN.

A polícia foi alertada para os tiroteios por volta das 21:30 de sexta-feira, hora local (05:30 de hoje em Lisboa). Poucos minutos depois o suspeito e a polícia trocaram tiros. O suspeito ainda fugiu no seu automóvel mas acabou por embater contra um carro estacionado e foi encontrado morto com um tiro na cabeça.

“Obtemos e estamos a analisar provas em vídeo que sugerem que esta atrocidade foi premeditada”, disse o Xerife de Santa Barbara, Bill Brown, em conferência de imprensa.