O Ministério russo do Interior baniu as saias “demasiado curtas” nos uniformes, avança o The Moscow Times. A proibição foi imposta para contrariar a tendência crescente de aumento das bainhas entre oficiais do sexo feminino, bem como a tendência de oficiais do sexo masculino para cortar as mangas da camisa. Os chefes de departamento têm, agora, de inspecionar os uniformes diariamente para se certificarem de que estão de acordo com as normas.

“A primeira coisa em que se repara quando vemos uma pessoa é o vestuário, e para um oficial da polícia cumprir o seus deveres é fundamental que tenha uma aparência limpa. De tempos em tempos, temos visto casos de policiais vestidos indevidamente. Os chefes [dos departamentos] devem prestar mais atenção à aparência dos seus subordinados”, refere o vice-ministro do Interior, Sergei Gerasimov, num documento obtido pelo jornal russo Izvestia. Aqui está a prova da “ousadia”: