Uma semana depois de a easyJet ter anunciado a abertura de uma base no aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, a companhia aérea informou esta segunda-feira que já abriu o processo de candidatura para os cerca de 80 postos de trabalho diretos que vão ser criados.

A pensar nos dois aviões A320 que vão estar sedeados no Porto, a easyJet está a contratar pilotos e pessoal de cabine “talentosos, experientes e ambiciosos” para fazerem parte da empresa, que abre na Invicta a 25ª base da rede, a partir da primavera de 2015.

Em comunicado enviado às redações, a easyJet informa que todos os colaboradores “terão contratos locais e de acordo com as leis portuguesas. Os interessados em concorrer devem submeter a candidatura através do site da companhia aérea.

Com os dois novos A320 estacionados no aeroporto Francisco Sá Carneiro, a easyJet afirma que vai “aumentar significativamente a sua capacidade de resposta e ao mesmo tempo reforçar a sua oferta de ligação entre o norte de Portugal e a Europa”.

Em 2014, a Easyjet transportou de e para Portugal quatro milhões de passageiros e quase 800 mil para o aeroporto do Porto. Em território nacional, voa para os aeroportos de Faro, Funchal e Porto e tem desde 2012 uma base operacional no aeroporto da Portela, em Lisboa.