Caças-bombardeiros norte-americanos lançaram hoje um dos maiores ataques até ao momento contra posições dos ‘jihadistas’ do Estado Islâmico (EI) na zona da cidade iraquiana de Mossul, informou hoje a televisão curda Rudaw.

Os bombardeamentos começaram depois da meia-noite, tendo-se centrado em quatro áreas controladas pelo EI, além de uma zona em Rabia e das localidades de Mahmudia, Telskuf, Zumar y Tilkef.

Segundo um “peshmerga” (combatente curdo) que presenciou os ataques, citado pela Rudaw, estes foram os bombardeamentos mais intensos feitos pelos Estados Unidos desde que há uma semana começaram ataques seletivos na região, após o avanço do Estado Islâmico no norte do Iraque e da tomada de várias cidades por jihadistas.

Um repórter da cadeia de televisão garantiu que ter visto caças norte-americanos a destruírem um posto de abastecimento de combustíveis utilizado pelos ‘jihadistas’.

O Pentágono informou na noite de sexta-feira que a decisão de lançar novos ataques aéreos contra as posições do EI foi tomada na sequência de informações de que os ‘jihadistas’ estavam a atacar a população civil na aldeia de Kawju.