O ministro britânico da Sociedade Civil, Brooks Newmark, apresentou a sua demissão, depois de ter sido apanhado a enviar fotografias explícitas a uma jornalista, que se fez passar por uma jovem ativista. O pedido de demissão foi apresentado na sexta-feira, ainda antes de a jovem publicar a reportagem, escreve o Guardian.

“Decidi demitir-me do cargo de ministro da Sociedade Civil depois de ter sido informado de uma história que será publicada na edição de domingo de um jornal”, disse Newmark, que é membro da ala conservadora do Parlamento britânico desde 2005. “Queria apelar para que a privacidade da minha família fosse respeitada neste momento. Continuo a ser um leal apoiante deste Governo, cujo plano económico a longo prazo continua a funcionar a favor do povo britânico”, acrescentou.

Casado e pai de cinco filhos, Brooks Newmark trocou fotografias sexualmente explícitas com uma repórter freelancer e chegou a convidá-la para se encontrar ele durante a conferência do Partido Conservador que começou este domingo e onde será lançada a campanha para a reeleição do partido em maio de 2015. “Não posso culpar mais ninguém que não eu próprio. Fui um tolo”, disse, citado pela BBC. De acordo com o The Sunday Mirror, o agora ex-ministro “enviou uma fotografia em que se expunha enquanto usava um pijama estampado”.

O primeiro-ministro David Cameron já fez saber que aceita a demissão de Brooks Newmark. “A sua substituição será em breve anunciada”, lê-se num comunicado emitido pelo gabinete de Cameron.