A Cruz Vermelha das Filipinas elevou hoje a 27 o número de mortos devido à passagem do tufão Hagupit que assola o arquipélago desde sábado.

De acordo com a mesma organização, a maioria das vítimas pereceu na ilha de Samar onde a tempestade tropical tocou pela primeira a terra e assolou a zona com ventos de 210 quilómetros por hora.

Depois a tempestade inverteu ligeiramente para oeste a sua trajetória e assolou a região de Manila com a maioria da população mais pobre, que vive em habitações informais muitas delas junto à costa ou de cursos de água, a passar a noite em centros de abrigo.

Richard Gordon, presidente da Cruz Vermelha das Filipinas disse em declarações à agência AFP que o número de vítimas deverá aumentar nos próximos dias, principalmente na região de Samar onde as equipas de socorro não conseguiram ainda chegar a todas as zonas afetadas.