Jean-Marie Le Pen, pai de Marine Le Pen e fundador da Frente Nacional, utilizou um conhecido slogan britânico para apelar ao voto na sua filha no Twitter. “Keep calm and vote Le Pen“, ou em português “mantenha-se calmo e vote Le Pen”, foi a maneira como o polémico politico francês se dirigiu ao público depois da tragédia no Charlie Hebdo. Marine Le Pen esteve esta sexta-feira no Eliseu e pediu ao presidente Hollande que revogasse os acordos de Schengen.

O tweet foi publicado há cerca de três horas e já tem quase 2.000 retweets. A mensagem tem sido contestada por aproveitamento político da Frente Nacional em plena tragédia terrorista em França. A extrema-direita um pouco por toda a Europa tem respondido de forma radical a estes ataques em Paris.

Marine Le Pen reuniu-se esta manhã com François Hollande no Palácio do Eliseu, pedindo a suspensão dos Acordos de Schengen, que permitem a livre circulação entre os países signatários, e uma investigação mais apertado ao tráfico de armas. Le Pen defende ainda que deve ser retirada aos cidadãos com dupla nacionalidade que vão para países terceiros lutar em células terroristas, a nacionalidade francesa. Isto impediria que estas pessoas voltassem a entrar em França.

Le Pen defendeu na quinta-feira um referendo à pena de morte, de modo a que a pena capital volte a entrar no arsenal jurídico francês para punir crimes muito violentos.