Um jornal alemão da cidade de Hamburgo que reproduziu caricaturas do profeta Maomé do jornal francês Charlie Hebdo foi alvo de um incêndio criminoso na manhã deste domingo, sem provocar feridos.

O incêndio começou cerca das 2h20 e foi provocado pelo lançamento de objetos incendiários contra as janelas do Hamburger Morgen Post, disse um porta-voz da polícia citado pela agência AFP. Segundo a mesma fonte, o fogo foi rapidamente controlado e duas pessoas foram detidas para interrogatório.

https://twitter.com/1001ptsDE/status/554177175638007808

O Hamburger Morgen Post tinha publicado na primeira página três caricaturas de Maomé feitas pela equipa do Charlie Hebdo, depois do atentado contra o jornal satírico francês, na passada quarta-feira. Segundo o porta-voz da polícia local, “ainda é cedo” para associar o incêndio à publicação dessas caricaturas, mas admitiu que isso será “uma questão chave” no desenrolar das investigações.