Ainda na sexta-feira Irina tinha mandado dizer que estava tudo bem. Mas afinal não está. O agente da modelo russa confirmou à Page Six do New York Post que a relação entre os dois chegou ao fim.

Fim da relação e fim dos rumores, que começaram com a ausência de Irina Shayk na gala da FIFA que confirmou pela terceira vez Ronaldo como o melhor jogador do mundo. O internacional português também não incluiu a namorada no discurso de agradecimento. Agora, o representante da modelo russa confirmou que o relacionamento de cinco anos terminou.

O representante, cujo nome nunca é mencionado, quis deixar claro que Irina sempre se deu bem com a família Aveiro e que os motivos da rutura não passam por aí. “Ela foi próxima da família dele durante o relacionamento. Quaisquer rumores negativos que digam respeito à Irina e à família do Ronaldo são completamente falsos, e não foram um fator para a separação”. E acrescentou: “A Irina não tem mais comentários a fazer de momento”.

Ronaldo e Irina conheceram-se em maio de 2010 numa sessão fotográfica para a marca de roupa Armani. O jogador rendeu-se à beleza da modelo e levou-a de férias para a ilha de Córsega, a bordo do iate pessoal — dessa viagem resultaram as primeiras fotos do casal. Pouco tempo depois, no decorrer do mundial de futebol realizado na África do Sul, Irina seria apresentada à família do avançado.