Em 2014, houve 235.337 empresas que não cumpriram na totalidade as suas obrigações fiscais. É o que mostram os dados da Autoridade Tributária e Aduaneira relativos ao ano passado, que o Diário Económico cita na edição desta sexta-feira. Entre as irregularidades detetadas estão a falta de liquidação do IVA, a falta de declaração periódica e a não entrega de todo o valor cobrado em IVA às Finanças.

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) conseguiu descobrir as falhas destas empresas porque os clientes pediram faturas com número de contribuinte e as companhias não as comunicaram ao Estado. Depois, quando os contribuintes registaram as faturas no Portal das Finanças, a AT investigou e chegou a este número de mais de 235 mil empresas, das quais 61 mil regularizaram voluntariamente as incorreções.

Segundo o Económico, a maioria das empresas faltosas encontra-se em Lisboa (74 mil), seguindo-se o Porto (35 mil), Setúbal (18 mil) e Braga (13 mil).