Lojas, teatros, cartazes luminosos, restaurantes, arranha-céus ou o verde do Central Park, fazem de Nova Iorque uma das cidades mais conhecidas do mundo, com muito para descobrir. Visitar Nova Iorque em qualquer estação do ano é uma experiência única. A cidade que nunca dorme atrai por ano milhões de turistas de todo o mundo ofuscados pelas luzes intensas da gigantesca Times Square.

Passeios

Times Square

Situada na zona de confluência entre a Broadway e a 7.ª Avenida, mesmo no centro de Manhattan, a Times Square é uma atração turística e comercial por excelência. É deixar-se perder por entre os milhares letreiros e cartazes luminosos. Um verdadeiro centro comercial a céu aberto, que é também conhecida pela grande festa de Final de Ano. Milhares de pessoas de todo o mundo rumam a Nova Iorque para ver a bola de cristal iluminada que dá as boas vindas ao novo ano.

Broadway

Ali mesmo ao lado fica a Broadway, a meca do teatro e das megaproduções musicais, como o conhecido musical Cats ou o Fantasma da Ópera. É a zona do espetáculo por excelência onde se podem encontrar mais de 40 teatros.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Madison Square Garden

Não muito distante fica também o Madison Square Garden, complexo de quatro arenas para eventos desportivos, entre eles basquete e o hóquei. É casa dos New York Knicks e dos New York Rangers e recebeu em tempos combates de boxe que fizeram história, como o que opôs Muhammad Ali a Joe Frazier.

Central Park

Um passeio por Nova Iorque jamais poderia ficar completo sem uma passagem pelo centenário Central Park. Imortalizado no cinema, na música ou na publicidade, o verde dos relvados e o azul dos lagos dão outra cor a Nova Iorque. Para um passeio a pé, uma corrida de bicicleta ou uma voltinha numa caleche antiga são algumas das opções que este oásis oferece.

Empire State Building

Não muito longe da 5.ª Avenida fica um dos mais emblemáticos edifícios da cidade que nunca dorme. Imponente na paisagem urbana, o Empire State Building ostenta mais de 100 andares, tendo sido considerado a estrutura mais elevada do mundo durante quarenta anos. É possível visitar o edifício e subir os 102 andares até ao topo e ouvir o pulsar do coração de Nova Iorque. À noite vale a pena contemplar o jogo de cores do edifício que vai mudando consoante o dia ou a época festiva.

Brooklyn Bridge

Liga Manhattan a Brooklyn. Ao longo de quase dois quilómetros, a Brooklyn Bridge é uma das mais antigas pontes suspensas nos Estados Unidos. De carro, a pé ou de bicicleta é possível atravessá-la e contemplar a paisagem à beira rio.

High Line Park

Por falar em paisagem, passear por Nova Iorque através de um verde e bucólico jardim suspenso é um plano ideal para o final de tarde. Ao longo de quase cinco quilómetros, o High Line, um jardim construído numa linha de comboio desativada, é uma experiência inesquecível e um local ideal para tirar fotografias da cidade de uma outra perspetiva.

Estátua da Liberdade

Construída mesmo na entrada do porto de Nova Iorque, a Estátua da Liberdade dá as boas vindas a quem visita a cidade. Construída em 1886, o monumento comemora o centenário da assinatura da Declaração da Independência dos Estados Unidos. Foi projetada e construída pelo escultor Frédéric Auguste Bartholdi. O escultor alsaciano teve ainda a ajuda do engenheiro francês Gustave Eiffel, o mesmo que construiu a Torre Eiffel, em Paris, na construção da estrutura metálica interna da estátua. Além de se poder visitar a estátua, existe um museu com toda a história deste monumento icónico de Nova Iorque.

8 fotos

Museus

Metropolitan Museum of Art

É um dos mais importantes e mais visitados museus do mundo. Fundado em 1872, o Metropolitan mostra uma das mais importantes coleções de pintura europeia dos séculos XII-XX, além de obras de arte antiga e oriental. Um museu a perder de vista que nos leva numa viajar desde a Grécia antiga até à fotografia contemporânea.

Guggenheim

Para descobrir uma outra faceta de Nova Iorque é obrigatório passar pelo Museu Guggenheim. Projetado pelo conhecido arquiteto americano Frank Lloyd Wright, o museu homenageia o seu fundador: Solomon R. Guggenheim. Inconfundível na paisagem urbana nova-iorquina, o Guggenheim impõe-se pelas linhas curvas da fachada, a cor branca, símbolo da arquitetura moderna. O museu é casa de uma importante coleção de arte moderna adquirida ao longo dos anos pelo seu fundador Solomon R. Guggenheim no início do século XX. É possível ver obras de Manet, Picasso e Chagall, além da maior coleção do pintor russo Vasily Kandinsky. Desde 2008 que é considerado um marco histórico nacional.

MoMA

Mesmo no centro de Manhattan, surge o Museu de Arte Moderna, mais conhecido por MoMA. Fundado em 1929 por Alfred H. Barr, é atualmente um dos mais importantes e famosos museus do mundo. Sempre na vanguarda, o MoMA mostra trabalhos que vão desde a pintura, passando pela fotografia, escultura ou desenhos. É um daqueles locais em que vale a pena gastar um dia a visitar pinturas de nomes Picasso, Matisse, Rodin, Chagall, Klimt ou van Gogh. Ao todo, o Museu de Arte Moderna conserva mais de 150 mil pinturas esculturas, desenhos, imagens, fotografias e peças de design.

Whitney

Não é só o Guggenheim que impressiona pela arquitetura. Também o edifício do Whitney Museum of American Art, mais conhecido por Whitney, se impõe com a sua forma cubica em granito. Construído por Marcel Breuer, o Whitney apresenta-se como um dos museus dedicados à arte contemporânea. A escultora e mecenas Gertrude Vanderbilt Whitney abriu o museu em 1931 para que a cidade de Nova Iorque tivesse um espaço dedicado aos artistas vivos. São mais de 19 mil peças de quase três mil artistas. Edward Hopper, Jasper Johns ou Alexander Calder são alguns dos artistas que podem ser revisitados. O museu é muito conhecido pelas suas exposições temporárias, nomeadamente a Whitney Biennial, e é um espaço privilegiado para os jovens artistas exporem os seus trabalhos.

Compras

Por muitos considerada uma capital das capitais mundiais da moda, uma visita a Nova Iorque não fica completa sem uma passagem pelas lojas, a começar pela Macy´s. Situada entre a 6.ª e a 7.ª Avenida, a Macy´s tem de tudo, desde roupas, passando pelo calçado, acessórios, malas ou maquilhagem.

Também a Century 21 é um sítio de passagem obrigatória. Com preços acessíveis, é uma das mais conhecidas marcas. Vende todo o tipo de produtos e é possível encontrar marcas como Calvin Klein ou Tommy Hilfiger.

Quem gosta de malas e acessórios, então Nova Iorque é a sua cidade. Não pode deixar de visitar as lojas de marcas como Gucci, Prada, Fendi, Chanel, Dior, Gucci. E na 5.ª Avenida fica a famosa Tiffany&Co, imortalizada por Audrey Hepburn em “Breakfast at Tiffany´s. Pode passar por lá e espreitar os anéis de diamantes e tirar uma selfie.

Pode também ter uma experiência única na famosa loja de brinquedos FAO Schwartz, que tem uma oferta incomparável e onde se respira uma das atmosferas mais felizes de toda a cidade.

10 fotos

Comida

La Bergamote

Situada na 9.ª Avenida, esta pastelaria tipicamente francesa serve um dos melhores pequenos-almoços da cidade. Aqui servem-se croissants frescos e café com leite num ambiente bem europeu. Para garantir lugar é melhor fazer reserva.

Burger Joint at Le Parker Meridien

Alguns dos melhores hambúrgueres clássicos americanos podem ser comidos aqui. Situado na rua 57, o Burger Joint é conhecido por servir os tradicionais hambúrgueres num ambiente acolhedor.

Ess-A-Bagel

A qualquer hora do dia nada melhor do que um delicioso bagel. Nada melhor do que comê-los quentinhos e acabadinhos de fazer. Nesta loja situada na 1.ª Avenida pode encontrar uma enorme variedade de bagels e apreciá-los ao natural ou com manteiga ou queijo creme.

Russ & Daughters

Aberto desde 1914, o Russ & Daughters mantem a tradição se servir partos de peixe fumado da mais alta qualidade, frutos secos, nozes e outras especialidades. Fica East Houston Street e é um dos locais de referência.

Eisenberg´s Sandwich Shop

Situado na 5.ª Avenida este é o local onde encontra as conhecidas sandes de atum e a famosa salada de batata. Tem um longo balcão e o estilo das lanchonetes antigas. Aqui são servidas as verdadeiras sandwiches de Nova Iorque.