Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Levar uma dieta adiante pode ser uma tarefa complicada para muita gente, mas os cientistas parecem ter dado um passo à frente. Um grupo de investigadores da Escola de Medicina de Harvard e da Universidade de Edimburgo identificou as células cerebrais responsáveis por criar a sensação de fome e de insatisfação. O circuito onde participam essas células chama-se “receptor regulado de melanocortina 4” (MC4R), que também determina o comportamento sexual, o metabolismo e, nos homens, a função erétil.

Nos ratos utilizados na experiência, a quantidade de comida ingerida diminuiu quando esse circuito foi modificado, de acordo com o Huffington Post. Desligar o circuito MC4R aumentou a quantidade de alimentos ingeridos pelos ratos, o que se justifica pela maior sensação de fome. Ao ativar essas células, a vontade de comer parece ter diminuído, explica o Telegraph.

Estes resultados permitiram aos autores do estudo concluir que “a ativação artificial deste circuito cerebral é desejável e pode reduzir os níveis de alimentos ingeridos”, o que é útil para controlar melhor as dietas e criar medicamentos viáveis para perder peso.

O segredo das dietas

A busca pela fórmula milagrosa capaz de fazer emagrecer sem grandes esforços ou sacrifícios é antiga e já inspirou muitos estudos científicos. Mas não é apenas uma questão estética: o excesso de peso atinge quase 40% da população mundial, de acordo com a Organização Mundial de Saúde. E encontrar químicos que controlem esse problema pode tornar-se uma questão de vida ou de morte para grande parte das pessoas.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Um estudo publicado há um ano na Nature Communication indica que os cientistas ingleses descobriram uma molécula capaz de reduzir a sensação de insatisfação depois de comer. A fórmula química dessa molécula foi conhecida quando os cientistas se aperceberam que o acetato existente na fibra existente nos cereais e no pão ajuda a atenuar a fome.

Segundo a Tech Times, essa molécula viaja até ao hipotálamo – uma estrutura existente no encéfalo – e potencia reações químicas que motivam o organismo a parar de comer. Pelo menos, isto aconteceu nos ratos que participaram na experiência.

Por que é tão difícil?

Mas por que é tão difícil manter uma dieta quando decide fazer uma? A International Business Times escreve que a resposta está, mais uma vez, no cérebro: nós não estamos programados para fazer dieta. E tudo porque as células AGRP, responsáveis pela fome, são muito persistentes.

Isto é algo que faz parte no histórico evolucionário humano, como descobriram os cientistas do Instituto Médico Howard Hughes. “Suspeitamos que estes neurónios estão a impor-nos que não nos deixemos levar pelas necessidades psicológicas”, indica Scott Sternson. Ao Time, ele acrescenta que essas células agem principalmente quando perdemos até 10% da massa corporal.

Uma pequena ajuda

Há formas de silenciar a barriga e aquela voz dentro da cabeça que lhe manda ir comer o bolo mais próximo. E essa forma é mesmo comer. Só que deve escolher alimentos com baixos índices calóricos. a Fox News compilou doze deles e o Observador mostra-lhe quais.

Maçãs

FRANCE-ECONOMY-FOOD

Se comer uma maçã meia hora antes de uma refeição, vai sentir menos necessidade de comer o prato principal. Tudo porque a água deste fruto e as fibras que ele tem moderam a fome e dão a sensação de satisfação.

Abacate

Residents Return To Neighborhoods As Wildfires Subside

Meio abacate garante uma tarde inteira sem sentir fome, desde que o coma logo a seguir ao almoço. Num estudo publicado no Nutricional Journal, 24% das mulheres que seguiram esta regra tinha muito menor vontade de comer ao fim de três horas.

Favas, lentilhas e grão de bico

2013 Gruene Woche Agricultural Trade Fair

São alimentos muito ricos em proteínas e têm níveis elevados de fibras, vitamina B, antioxidantes e ferro. Um estudo publicado por um jornal dedicado à obesidade provou que 31% das pessoas que incluíram esses alimentos nas refeições principais tinham uma sensação de fome menor.

Sopa

Humana Healthy Holiday Cooking Challenge

Um clássico, mas é verdade. Uma taça de sopa antes do prato principal ajuda mesmo a controlar os níveis de fome e de insatisfação. Isto porque a absorção de calorias diminui em 20%. Quanto maior o volume que a sopa ocupar no estômago, mais eficaz se torna.

Água

Water Price Set To Rise

Outro clássico a que não há forma de escapar: a sensação de sede tem os mesmos sintomas que a sensação de fome. O segredo está em beber um copo de água e esperar dez minutos: o mais provável é que a sensação de fome desapareça.

Pickles

London 2012 - Restaurants And Bars

Alguns alimentos fermentados têm determinados ácidos gordos que aumentam a comunicação entre o estômago e o cérebro. As moléculas desses ácidos estimulam o cérebro a produzir hormonas que melhoram a sinalização do apetite. Além disso, os picles têm bactérias que ajudam a digestão.

Pimenta chili

Further Recall On Products Containg Sudan 1 Dye

O picante desta pimenta acelera o metabolismo e controla a sensação de fome e de apetite quando entra na composição da comida. E isso acontece mesmo que esteja a comer menos, de acordo com o estudo de uma Universidade holandesa.

Chocolate negro

One Million Cadburys Chocolate Bars Recalled Amid Health Fears

Pois é. Comer chocolate negro pode ajudar a reduzir a pressão arterial e a proteger o organismo. Se comer chocolate negro a seguir às refeições, terá a tendência de reduzir o consumo de calorias em 17%, indica um estudo no jornal Nutrition & Diabetes.

Ovos

Egg Prices Rise 40 Percent After Major Salmonella Outbreak

Coma ovos ao acordar e vai sentir-se satisfeito até à hora do almoço, sem necessidade de consumir nada durante a manhã. Um pequeno-almoço de 300 calorias e com até 39 gramas de proteínas vai ajudar o metabolismo a sentir menos necessidade de ingerir mais calorias ao longo do dia.

Nozes

FRANCE-FRUITS-MARKET

Descobriu-se que as nozes podiam ser úteis para diminuir o apetite quando se pediu a um conjunto de mulheres obesas que comessem 43 gramas de nozes (o equivalente a três colheres de manteiga) com creme de cereais de trigo e um copo de sumo de laranja. Com esta refeição, elas sentiram-me mais satisfeitas durante doze horas, um espaço de tempo que não foi alcançado por aquelas que comiam este pequeno-almoço sem as nozes.

Farinha de aveia

Agriculture Dominates Debate Over EU Funding

Parece um prato mais denso, mas é exatamente por isso que entra nesta lista. Num conjunto de pessoas, metade comeu papas de aveia com 250 calorias a outra metade e cereais com leite. Os primeiros sentiram-se mais satisfeitos durante mais tempo e o apetite também diminuiu. Tudo porque a farinha de aveia tens níveis elevados de fibras e proteínas e detém propriedades para hidratação.

Soro de leite

Milk Suppliers Threaten Strike Action

Este é um dos ingredientes que entra na receita dos produtos laticínios e é também dos compostos proteicos que mais preenche o estômago. Diminui o consumo de comida em 18% nas duas horas seguintes.