A tourada já não faz parte do património cultural de França, anunciou o Tribunal Administrativo de Paris na semana passada. Duas associações que se batem pelos direitos dos animais pediam para que isto acontecesse desde que a prática entrou lista do património em 2011.

A tourada ou La Corrida, como é conhecida em França, é frequente no sul do país e desde 2011 estava inscrita na lista da herança cultural gaulesa. Agora, um tribunal em Paris decidiu que a tourada já não faz parte dessa lista e várias associações francesas que combatem esta prática. Um dos objetivos finais destas associações é mesma banir a organização deste tipo de eventos em todo o país.

As associações não desistem do objetivo de banir a tourada, mas têm no primeiro-ministro Manuel Valls, um dos seus maiores opositores. Em 2012, Valls disse que a tourada é uma parte da cultura e deve ser “preservada”. “Precisamos destas raízes, não devemos arranca-las”, disse o socialista.