As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) anunciaram, esta quarta-feira, um novo cessar-fogo unilateral de um mês, após semanas de ressurgimento das hostilidades, o que foi saudado pelo governo, que exigiu porém “mais compromissos concretos”.

No dia seguinte a um apelo ao apaziguamento pelos quatro países mediadores que acompanham o processo de paz, as FARC anunciaram uma nova trégua unilateral, depois daquela que foi observada entre dezembro e maio.

“Procuramos criar as condições favoráveis para avançar com a outra parte (o governo colombiano) na concretização de um cessar-fogo bilateral e definitivo”, disse à imprensa o negociador principal das FARC nas negociações de paz que decorem em Havana, desde novembro de 2012.