O papa Francisco advertiu em Assunção, no Paraguai, contra as ideologias, avisando que estas muitas vezes se tornam em regimes autoritários que desprezam o povo.

“As ideologias terminam mal. Elas não têm em conta o povo, olhai as que surgiram no século passado, [terminaram] em ditaduras, sempre”, disse o pontífice num discurso proferido num polidesportivo da capital paraguaia, dirigindo-se à sociedade civil.

O papa advertiu sobre as ideologias, “que pensam pelo povo, sem deixar o povo pensar”.