As forças de segurança da Turquia detiveram 435 migrantes e refugiados sírios, juntamente com três suspeitos de tráfico de pessoas, antes de estes embarcarem, numa tentativa de chegarem à Grécia pelo mar Egeu, divulgou hoje o governo turco.

Neste verão, houve um aumento no número de refugiados e migrantes que utilizam navios para fazerem a travessia pelo mar Egeu, da Turquia até a Grécia, intensificando a crise humanitária que atinge a União Europeia.

As últimas detenções em Ayvacik, uma cidade do distrito de Canakkale, na região ocidental da Turquia, foram realizadas antes de embarcarem com destino a ilha grega de Lesbos.

Entre os detidos estão 345 sírios, 64 afegãos, 19 pessoas da Birmânia e sete do Paquistão, segundo a agência de notícias turca Anatolia.

Os três suspeitos de tráfico de pessoas são de origem turca.

Dois barcos, dois motores e vários coletes salva-vidas usados nas travessias foram também apreendidos pela polícia.