Uma clínica de saúde sexual londrina revelou na sua newsletter os nomes e endereços eletrónicos de 780 pacientes diagnosticados com VIH (Vírus da Imunodeficiência Humana).

A 56 Dean Street, em Londres, é líder na sua área de atuação e, depois de divulgar a informação, esta terça-feira, fez um pedido público de desculpas.

Esta quarta-feira, avança o The Guardian, os britânicos começam a investigar a falha, num dos casos que a proteção de dados do Reino Unido já considera ser dos maiores de violação de privacidade.
Elliot Herman, 38 anos, contou ao The Guardian que a newsletter enviada disponibilizou nomes de amigos seus que nunca lhe tinham revelado o seu estado de saúde. “Não é difícil por aqueles nomes no Facebook e encontrar os perfis e detalhes pessoais”, disse. “Se as minhas informações estivesse nessa lista eu ficava muito zangado e desapontado com a clínica por ter um sistema tão mau”