Dois amigos, Wylie Overstreet e Alex Gorosh, decidiram “construir” um sistema solar, à escala. Os criadores do projeto quiseram, com esta demonstração, ilustrar a grandeza do espaço existente entre os planetas, asteróides e cometas.

Os dois amigos construíram este modelo em escala do nosso sistema solar, com órbitas planetárias completas. Para executar a ideia, Wylie Overstreet e Alex Gorosh  deslocaram-se ao deserto Black Rock do Nevada, nos EUA, e ocuparam cerca de 11 quilómetros de espaço para conseguir uma melhor perspectiva, conta a Wired. Usaram como unidade astronómica (a distância do Sol à Terra), neste modelo, uma escala de 1 para 176 metros.

vimeo

Esta experiência mostra cada uma das órbitas em movimento, à escala. “Em todas as imagens que já existem do sistema solar não encontramos nada à escala”, explicam os autores do vídeo, que acreditam que esta é a primeira vez que foi feita uma representação do sistema solar que exemplifica tão bem a magnitude do cosmos.

“Se colocarmos as órbitas à escala, num pedaço de papel, os planetas ficavam tão microscópicos que não os conseguiríamos ver”, acrescentam.

vimeo2