A Coreia do Norte propôs à Coreia do Sul a realização, na próxima semana, de negociações preliminares de preparação do encontro alto nível acordado pelos dois países em agosto.

Segundo a agência noticiosa oficial da Coreia do Norte, a KCNA, o Comité para a Paz e Reunificação da Coreia, que gere as relações com o Sul, enviou uma nota a Seul propondo negociações iniciais a 26 de novembro na localidade fronteiriça de Panmunjom. O convite foi recebido pelo Ministério da Unificação em Seul, que disse estar a estudar a proposta.

Um responsável do mesmo ministério disse que Seul enviou propostas para Pyongyang em setembro e outubro para negociações preliminares semelhantes, mas, até agora, não recebeu qualquer resposta.

Após uma escalada da tensão militar, as duas Coreias chegaram a um acordo em agosto que inclui o compromisso de retomar as negociações de alto nível.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

De acordo com os termos do acordo de agosto, Seul desligou os altifalantes com mensagens de propaganda na fronteira, depois de o Norte lamentar as explosões que feriram dois soldados sul-coreanos.

A Coreia do Sul interpretou o lamento como um “pedido de desculpas”, mas a Comissão Nacional de Defesa do Norte já veio sublinhar que apenas desejava expressar compreensão e simpatia.