Momentos antes de tocarem as últimas doze badaladas do ano — poeticamente falando, isto é, que poucos são os relógios que ainda badalam — é habitual ver os borguistas de serviço concentrados na contagem das passas de uva, crentes de que estas os ajudarão a realizar e cumprir os costumeiros desejos e resoluções.

Mas o ato de comer a dúzia de passas ao virar de ano não é unânime. E se há quem ignore o ritual, também há quem, não o ignorando, esqueça o termo “passas” e se atire a qualquer tipo de frutos secos e aperitivos com o mesmo efeito. Por último, com mais ou menos crença, também não falta quem o aplique noutro sentido: as passas de charuto, neste caso.

Assim, para a meia-noite ou para a noite inteira, pedimos a Victor Ribas, da mítica Casa Havaneza, a mais antiga tabacaria de Lisboa, uma seleção de seis charutos para 12 passas e uma ocasião.

Behike 54
Cohiba
A linha Behike é a mais forte e exclusiva — com produção muito limitada — da Cohiba, a célebre marca de puros criada nos anos 60 para servir de oferta às personalidades que visitavam Cuba. Já o número 54 indica o seu calibre, o segundo mais elevado de entre os disponíveis. É um charuto raro e caro, ideal para acender em ocasiões especiais. Como a passagem de ano.
Preço unitário: 43,05€; Comprimento: 144mm; Calibre: 54

Curiosidade: A palavra Cohiba deriva de um termo usado pelos primeiros habitantes de Cuba, os índios Taínos. Era assim que chamavam às folhas de tabaco enroladas que fumavam num ritual. O Behike era o elemento da tribo que comandava esse ritual.

cohiba-behike-54_3_2_9

Petit Tubos
Montecristo
Como se trata de um charuto para um evento específico, um Petit Tubo, da Montecristo, será uma opção a considerar. Isto porque o dito vem, como o nome indica, num tubo de alumínio elegante que facilita transportá-lo com pinta e sem danificar. Quanto ao charuto propriamente dito trata-se de um Montecristo 4, um dos best sellers da marca, de intensidade média a forte. Era, consta, o favorito de Ernesto “Che” Guevara.
Preço unitário: 9,60€; Comprimento: 129mm; Calibre: 42

Curiosidade: O nome Montecristo deriva do romance O Conde de Montecristo de Alexandre Dumas, obra que era lida aos torcedores (os operários responsáveis por enrolar os charutos) da fábrica H.Upmann, em Havana, onde a marca nasceu.

petittubos3231

Wide Churchills
Romeo Y Julieta
A bitola mais conhecida da marca Romeo y Julieta roubou o nome ao seu mais célebre apreciador — Winston Churchill — depois de este ter visitado Havana em 1946. Há três charutos da marca com o apelido do célebre primeiro-ministro britânico, todos com tamanhos diferentes. Este, o wide, é menos comprido que o Churchill regular mas tem um calibre bem maior.
Preço unitário: 14,20€; Comprimento: 130mm; Calibre: 55

Curiosidade: A primeira mulher a ocupar o cargo de governadora de um estado norte-americano (o Wyoming, neste caso), Nellie Tayloe Ross também era uma famosa apreciadora dos charutos Romeo Y Julieta.

Romeo-Wide-Churchill-box-10-large

Série D, nº4
Partagás
Dizem os apreciadores que os charutos da Partagás se reconhecem à distância. Este D4, especificamente, é um dos Robustos (uma medida de charuto) mais reputados em todo o mundo e a bitola mais conhecida da Partagás. Não é por acaso: tem a força típica da marca e, ao mesmo tempo, um aroma rico e complexo capaz de melhorar qualquer festa de passagem de ano.
Preço unitário: 13,05€; Comprimento: 124mm; Calibre: 50

Curiosidade: A Real Fabrica de Tabacos Partagás foi, durante muitos anos uma das maiores atrações turísticas do centro de Havana. Recentemente mudou de localização mas continua aberta ao público.

Partagas_serieD_NO4_800x800

Half Corona
H.Upmann
Se a intenção for unicamente dar umas baforadas comemorativas, atente nesta opção. O Half Corona da H.Upmann é um charuto barato, pequeno mas nem por isso menos saboroso que outros de dimensões mais impressionáveis. Outro ponto a favor, principalmente para quem não fuma com regularidade, é a respetiva suavidade. E fuma-se depressa, em pouco mais de meia hora.
Preço unitário: 4,80€; Comprimento: 90mm; Calibre: 44

Curiosidade: O charuto favorito de John F. Kennedy era desta marca, modelo Petit Upmann, entretanto descontinuado. Na noite anterior à assinatura do famoso embargo comercial dos Estados Unidos a Cuba, Kennedy ordenou o seu assessor de imprensa, Pierre Salinger (também ele um apreciador), que comprasse o maior número de charutos possível. Salinger conseguiu cerca de 1200.

H. Upmann HC_

Chiado 1864
Juan Lopez
É a atual edição regional para Portugal da Habanos, a empresa estatal cubana que controla a exportação das diferentes marcas. Desta vez, vem com o selo da Juan Lopez, marca criada no final do século XIX por um espanhol com o mesmo nome e que é bastante apreciada por um círculo reduzido de fumadores. Traz uma segunda cinta que atesta a sua exclusividade para o mercado português e, dizem os críticos, tem um sabor médio a forte, com notas de chocolate e madeira.
Preço unitário: 11€; Comprimento: 102mm; Calibre: 50

Curiosidade: O nome Chiado 1864 homenageia não só a Casa Havaneza, no Chiado, cuja fundação oficial data desse ano, mas também o Tratado de Lisboa, que definiu as atuais fronteiras entre Portugal e Espanha no mesmo ano.

Regional Chiado 1864