Bastardo

Rua da Betesga, 3 (Rossio), Lisboa. 21 324 0993

Há restaurantes que levam isto do São Valentim muito a sério. O Bastardo, no Internacional Design Hotel, no Rossio, é um deles. Não só as mesas à janela, com vista sobre a praça lisboeta, dão um certo cachet romântico à sala, como a oferta preparada para a ocasião irá fazer subir ainda mais a temperatura. Para começar, há cocktails com nomes sugestivos: Cupido (espumante rosé e framboesa, 4€), Calafrio (tequilha, abacaxi, gengibre e pimenta rosa, 9€) ou Tentação (vodca, chambord, limoncello e limão, 10€), entre outros. Depois, o menu que o chef Luís Rodrigues preparou para este do dia (35€/pessoa) tem vieiras, bife do beijinho (um corte do bovino) e acaba com uma sobremesa que envolve suspiros. É para suspirar mesmo.

bastardo3525

Ao reservar, peça uma mesa com vista para o Rossio. São as melhores.
(foto: © Divulgação / Bastardo)

Loco

Rua dos Navegantes, 53B (Estrela), Lisboa. 21 395 1861

Em Lisboa, dificilmente se consegue uma melhor experiência gastronómica, na verdadeira aceção da palavra ‘experiência’ do que no Loco, na Estrela, a recém-aberta casa do chef Alexandre Silva. Por isso, e sendo esta uma ocasião em que muitos procuram impressionar a cara-metade, eis uma opção a ter muito em conta. A saber: não se escolhe à carta, há apenas dois menus de degustação disponíveis (de 14 e 18 pratos/momentos, entre 65 e 85€, dependendo da matéria-prima) e as mesas mais apelativas ao romance são as que ficam junto à enorme parede envidraçada de onde se consegue ver a cúpula da vizinha Basílica da Estrela. Ah, e o couvert cai do céu. Fica o aviso.

LOCO4

As mesas mais à direita, encostadas à janela/parede envidraçada, são as mais indicadas para a data em questão. (foto: © Paulo Barata)

Chapitô à Mesa

Rua Costa do Castelo, 7 (Castelo), Lisboa. 21 887 5077

Consta de qualquer lista que se preze dedicada aos restaurantes lisboetas mais bem apetrechados de vistas. Aliás, ‘bem apetrechado’ é pouco: a vista do Chapitô à Mesa é capaz, por si só, de curar todos os males de uma relação. Bom, não leve a última frase muito a sério, é possível que seja apenas um exagero. Mas lá que a vista impressiona, impressiona. Mas não alimenta. Para isso serve a cozinha do chef Bertílio Gomes, que para esta noite especial propõe dois menus: um (35€/pessoa) será servido no piso inferior (miradouro e tenda) e o outro (49€/pessoa) no superior (restaurante panorâmico). Ambos incluem bebidas. E vista.

chapito342

A vista sobre Lisboa é o grande argumento do Chapitô à Mesa.
(foto: facebook.com/ChapitoAMesa)

Bistro 100 Maneiras

Largo da Trindade, 9 (Chiado), Lisboa. 91 030 7575

Na toca do Ljubo Mau (Ljubomir Stanisic), que na verdade é um Ljubo Bom — muito bom até — há uma mesa ideal para celebrar a efeméride. É a que está abaixo. Fica no piso superior do Bistro 100 Maneiras e tem uma espécie de janela privativa com vista sobre o Chiado e o Tejo. Para acompanhar, há a cozinha criativa e roqueira do chef luso-jugoslavo. Seja à carta, seja com o menu idealizado para este dia (80€/pessoa, com vinhos) que inclui, entre outras sugestões, um tagliatelle de choco, criação semelhante a um dos destaques da nova ementa da casa-mãe, o 100 Maneiras do Bairro Alto (que, já agora, também não será uma má opção para esta data).

bistro100maneiras23.jpg-large

Romance no Bistro 100 Maneiras? É aqui. (foto: © Divulgação / Bistro 100 Maneiras)

Largo

Rua Serpa Pinto, 10A (Chiado), Lisboa. 21 347 7225

Mesmo depois da saída do chef Miguel Castro e Silva, no último verão, o Largo continua a ser uma opção interessante no Chiado. Mais ainda numa ocasião como esta, em que as mesas para dois junto ao enorme aquário de medusas — uma peça única na restauração nacional, quiçá mundial — ganham todo um novo élan. Na ementa, agora à responsabilidade de Louis Anjos (Chef Cozinheiro do Ano 2012), mantêm-se alguns clássicos trazidos por Castro e Silva, como o bacalhau de meia cura a 80º. A habitual dificuldade em estacionar nas redondezas não será obstáculo este domingo: o serviço de valet parking estará disponível a todos os que escolham o Largo para celebrar o dia. E com supresas, prometem os responsáveis.

largo1

As medusas são de verdade. E não mordem. (foto: © Divulgação / Largo)

de Castro

Rua Marcos Portugal, 1 (Príncipe Real). 21 590 3077

Por falar em Miguel Castro e Silva, o de Castro da Praça das Flores, no Príncipe Real, também tem qualidades de sobra para acolher um jantar a dois. A começar no espaço, acolhedor q.b — faz lembrar a sala de estar de uma casa, principalmente junto às estantes — e a acabar na cozinha do chef portuense, sempre constante. O menu de São Valentim (35€/pessoa) propõe coisas como bacalhau fumado com vinagreta de tomate seco ou codorniz recheada com molho de vinho do Porto.

decastro345

Mais uma vez, deve apostar nas mesas junto às janelas.
(foto: © Divulgação / Praça das Flores)

Rio Maravilha

Rua Rodrigues Faria, 103, Entrada 3, Piso 4 (Alcântara), Lisboa. 96 602 8229

Calhando o São Valentim a um domingo pode haver quem prefira antecipar a celebração umas horas, por ter de acordar cedo na segunda-feira. Pois bem, que os horários não estorvem o romantismo. Em vez de jantar, os pombinhos — haverá pior sinónimo de casal? — podem sempre optar por brindar a um amor duradouro no Rio Maravilha, com um dos cocktails da casa, de autoria de Fernão Gonçalves o criativo chefe de bar. Se a fome, entretanto, apertar, há petiscos diversos com a valiosa assinatura de Diogo Noronha (Casa de Pasto). Para dividir, ou não, com vista para o Tejo, o verdadeiro rio maravilha.

RIO MARAVILHA TP842

Do Rio Maravilha vê-se o rio (Tejo) maravilha. (foto: © Tiago Pais / Observador)

Champanheria da Baixa Bistrô

Rua Sá da Bandeira, 467 (Baixa), Porto, 223 235 254

O bar redondo no centro deste bistrô faz com que as mesas em volta fiquem distanciadas umas das outras. Um convite à privacidade e ao romantismo. No domingo ao jantar há menu especial na Champanheria com, por exemplo, tártaro de salmão marinado g’vine, alga nori em tempura e puré de beterraba, tornedó de novilho com creme de wasabi e cogumelos enoki e, para sobremesa, suspiro de red velvet, crème fraîche e framboesas. O menu custa 50€ por pessoa e o restaurante só aceita reservas para menu de São Valentim. Desvantagem: aqui o romantismo tem limite de tempo e é necessário escolher o horário das 20h00 ou das 22h30, pois haverá dois turnos.

champanheria da baixa bistro

Na Champanheria da Baixa Bistrô só se aceitam reservas para jantar no domingo com menu de São Valentim. (foto: © Divulgação)

Casa da Guripa

Travessa de Angeiras, 20 (Lavra), Matosinhos, 91 060 9228

Normalmente encerrada aos domingos à noite, a bem do romantismo a Casa da Guripa, que abriu as portas no verão passado, vai prolongar o horário para receber os apaixonados (nem que seja pela gastronomia). Como seria de esperar de uma casa à beira-mar, o peixe domina a carta. Há risotto de camarão e lima, caril de gambas com arroz basmati e ananás e, claro, sopa do mar, no menu criado pelo chef Carlos Grangeia. À noite pode não se ver o mar, mas será agradável saber que ele está ali tão perto.

casa da guripa

Três andares, uma esplanada e vista para o mar é o que oferece a Casa da Guripa.
(foto: © Divulgação)

Book

Rua de Aviz, 10 (Baixa), Porto, 91 795 3387

Bem no centro da movida fica o Book, um restaurante-bar que, para aquela que muitos consideram a noite mais romântica do ano, construiu uma carta inspirada no amor proibido de Guinevere e de Lancelot, um dos Cavaleiros da Távola Redonda do Rei Artur. Os casais terão de escolher entre um e outro, o que pressupõe ter de optar por ostra ao natural com jus de hortelã e flor de sal dos Himalaias ou vieira braseada com caril e puré de ervilhas. Esperemos que a seleção não stresse os casais e que ninguém se chateie se o par não quiser partilhar. O preço por pessoa é de 45€, sem bebidas, e só se aceitam reservas para este menu (a carta vai ter de ficar encalhada esta noite).

restaurante book

Ao fundo do restaurante há livros, a lembrar que funcionou naquele espaço a livraria Aviz.
(foto: © Divulgação)

The Yeatman

Rua do Choupelo, 88, Vila Nova de Gaia, 22 013 3100

Há quem diga que o amor é cego. Quem estiver disposto a fechar também os olhos a gastos mais elevados deve considerar o restaurante do Yeatman, que preparou dois menus especiais para a noite de domingo. Na sala The Orangerie, o preço por pessoa é de 110€ e no restaurante sobe para 160€. Ambos são bastante diferentes — vieira caramelizada com couve-flor e molho de champanhe, carpaccio de lagostim, sauté com ravioli de polvo, percebes e salicórnia são alguns dos pratos incluídos — mas têm os dois a assinatura do chef Ricardo Costa. Mais: serão harmonizados com uma seleção especial de vinhos portugueses. Além da vista única sobre o Porto e o rio, estará a jantar num restaurante com estrela Michelin. Já não há muitos lugares e a reserva requer o pagamento de um sinal.

the yeatman restaurante

Como bónus de uma carta cuidada e de uma estrela Michelin, o The Yeatman ainda tem uma vista incrível sobre o Porto e o rio Douro. (foto: © Divulgação)

Esquina do Avesso

Travessa de Santa Catarina, 102, Leça da Palmeira, 22 323 8074

No final do ano, a Taberna da Esquina reinventou-se e transformou-se na Esquina do Avesso. Os petiscos são o forte da casa, graças à criatividade do chef Nuno Castro, e por lá convidam-se os casais (e não só) a provarem o peito de pato com abóbora, laranja e mostarda, um bacalhau com feijão preto, linguiça e couve galega, umas gambas kataifi para entrada e, para sobremesa, chocolate, beterraba e framboesa, com direito a café e trufa no final. Os vinhos Castello DAlba reserva branco e tinto acompanham a degustação de autor, que custa 40€ por pessoa. Tal como na Champanheria da Baixa, é necessário escolher entre dois horários: 20h00, ou 22h00.

gambas esquina do avesso

As gambas kataifi abrem a refeição romântica do Esquina do Avesso. (foto: © Divulgação)

17º Restaurante e Bar

Rua Guedes de Azevedo, 179 (Bolhão), Porto, 22 340 1617

Este é um espaço para apaixonados…pelo Porto. No 17º andar do Hotel Dom Henrique Downtown fica o 17º, onde a refeição é feita com vista privilegiada sobre a cidade, mesmo quando o tempo está frio e o terraço se encontra encerrado (ao fazer a reserva, peça para ficar junto de uma das janelas). No domingo à noite, o jantar está sujeito a reserva do menu especial de São Valentim, criado pelo chef Alexandre Rosa, que custa 33€ por pessoa. Para quem não vê limites no romantismo, “miminhos de pato com frutos vermelhos, leito de massa folhada e colcha de endívias gratinadas”, um dos pratos da lista, pode ser uma boa escolha. Haja imaginação.

17 restaurante hotel dom henrique

O interior é agradável, mas o que distingue o 17º é a vista sobre a cidade.
(foto: © Divulgação)

Casa de Chá da Boa Nova

Avenida da Liberdade (Leça da Palmeira, junto ao farol), 22 994 0066

Depois de alguns dias encerrada, a Casa de Chá da Boa Nova que Siza Vieira construiu nos anos 1960, e à qual o chef Rui Paula devolveu a vida no ano passado, reabriu com nova decoração. No domingo à noite, o restaurante vai estar pronto a receber clientes aos pares com um menu especial, tanto na oferta como no preço. Por 150€, cada pessoa vai fazer um passeio gastronómico com paragens em perdiz de escabeche em molho vilão (pelo menos aqui não há trocadilhos românticos com os nomes dos pratos), carabineiro, ameijoa e nariz de porco, linguado, sapateira e manga e muito mais. Incluída no preço está a harmonização de vinhos. E o privilégio de poder jantar num edifício classificado como monumento nacional, com o mar como vizinho.

Casa de Chá da Boa Nova

Jantar numa daquelas mesas da Casa de Chá da Boa Nova custa 150€ por pessoa. Mas um dia (de São Valentim) não são dias. (foto: © Adelino Meireles / Global Imagens)