Pelo menos quatro soldados afegãos morreram e outros 14 ficaram feridos num ataque suicida talibã com explosivos a um autocarro militar no norte do Afeganistão, segundo as autoridades locais.

O atentado ocorreu nas proximidades da base militar de Dehdadi, província de Balkh, para onde se dirigia o autocarro, procedente de Mazar-e-Sharif, explicou o porta-voz do governador da região, Munir Ahmad Farhad, à agência Efe.

Os talibãs reivindicaram o ataque, através de um porta-voz que assegurou que um dos seus “mártires” fez explodir um colete com bombas “no interior do autocarro”.

O Afeganistão vive uma fase de violência desde finais de 2014, quando a NATO transferiu para as tropas afegãs a total responsabilidade pela segurança do país.

A missão da NATO no Afeganistão começou em 2001, na sequência da invasão dos EUA que derrubou o regime talibã.