Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

As homenagens às vítimas dos últimos atentados em Bruxelas começaram a encher as redes sociais, com especial atenção para o Twitter e para o Instagram. Os murais pintaram-se de preto, amarelo e vermelho com o Tintin a chorar, com o Atomium em lágrimas e com “Manneken Pis” (a estátua de um menino a urinar que é símbolo belga) a enfrentar as armas dos atentados.

Há quem recorde os atentados de Paris, desenhando a bandeira francesa a abraçar a belga. E há também quem retome o movimento “Je Suis Charlie”, que surgiu na sequência do atentado terrorista ao jornal satírico francês, para sublinhar que está cansado dos atos que têm ameaçado a paz no Velho Continente. Veja as imagens na fotogaleria, que estará em atualização constante.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR